Publicidade

Ricardo Costa intensifica o movimento da campanha

Candidato intensifica campanha na reta final do 1º turno (Foto: Divulgação)

O candidato a prefeitura de Olinda Ricardo Costa (PMDB) conversou com alunos da Faculdade de Comunicação, Tecnologia e Turismo (Facottur), no Bairro Novo, nesta segunda-feira (26). Defendendo uma forma de gestão que atue da periferia para o litoral, o postulante dialogou com os estudantes sobre políticas públicas para a saúde, como a implantação da carga horária de 30 horas para a enfermagem; a requalificação da malha viária, e os investimentos para ampliação da rede municipal de ensino.

“Vamos trabalhar junto com o governo federal e com o governo do estado para trazer os recursos necessários para implementar o que Olinda precisa. É urgente colocar a cidade na rota do desenvolvimento em que estão as outras grandes cidades de Pernambuco. Precisamos de uma prefeitura presente e nós vamos governar com o povo”, discursou o candidato.

Durante a tarde, Ricardo e seu vice Alf percorreram as principais ruas do bairro de Aguazinha e Sapucaia, em caminhada ao lado dos candidatos a vereador pela coligação – dos partidos PMDB e PRP.

“Precisamos reunir ainda mais gente do nosso lado, compartilhar as nossas propostas para mudar essa situação. Esses problemas de saneamento, água suja espalhada pela rua, a fedentina do esgoto ultrapassando a janela das casas, o trânsito caótico, toda essa desarrumação em que Olinda está metida precisa acabar. Nós estamos aqui para mudar isso de vez”, pontuou o candidato, após a caminhada.

Até o próximo domingo, dia da eleição, a coligação “Inova, Olinda” pretende intensificar ainda mais sua presença pelas ruas da cidade, a fim de amplificar o conhecimento da população sobre suas propostas. O deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB) participará de caminhada na quarta-feira (28) e estará na grande carreata de Ricardo, no sábado (1º) ao lado do vice-governador Raul Henry (PMDB).


Candidato fez campanha nas ruas de Prazeres, Massaranduba e Aritana (Foto: Mateus Brito\Divulgação)

Anderson Ferreira

O candidato Anderson Ferreira (PR) realizou uma caminhada em Prazeres até a comunidade de Aritana. No ato, ele enalteceu seu programa de Governo. “Teremos Creche da Família, com a instalação de unidades em vários locais do município. As mães terão creches para deixar os filhos e poderem trabalhar ou estudar com tranquilidade”, disse Anderson, citando uma das propostas.

De acordo com o postulante, a questão da segurança também será prioridade em sua gestão. Ele garantiu que as ruas receberão iluminação, o número de câmeras de monitoramento será ampliado, a Guarda Municipal receberá treinamento e haverá parceria com a Polícia Militar. O prefeiturável também criticou a questão da área de saúde no município.

“Não podemos aceitar situações como essa. Nem as filas de madrugada, nos postos de saúde, tanto para marcar a consulta quanto para o atendimento. Colocaremos equipes extras de médicos nos postos com maiores problemas, haverá marcação de consulta pelo celular e entrega de remédio em casa. São soluções que podem ser feitas e nós faremos”, afirmou o postulante.

Heraldo Selva quer uma cidade mais desenvolvida (Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco)

Heraldo Selva

O candidato a prefeito Heraldo Selva (PSB) afirmou que pretende por em prática uma série de projetos estruturadores no município. O socialista citou a região de Muribeca como uma das localidades que serão beneficiadas pelo futuro potencial econômico.

A ideia, segundo o postulante, é criar as condições para que novas empresas se instalem na área. Heraldo realçou que vai construir estradas que ligarão o Eixo da Integração à BR-101, fomentando novos vetores de desenvolvimento, sobretudo nos segmentos de logística e transporte de carga.

“A região de Muribeca possui uma grande área. Temos projetos de ligar o Eixo de Integração à BR-101, criando novos eixos de desenvolvimento. Em Muribeca tem a Estrada da Capivara, que vai sair também na rodovia federal. São estradas que podemos trabalhar para instalar novas indústrias”, exemplificou Heraldo Selva.


A juíza eleitoral da 113ª Zona Eleitoral Eliane Ferraz entregou, nesta segunda-feira (26), decisão processando a investigação judicial eleitoral por indícios de caixa 2 da campanha do candidato Lupércio (SD), abrindo prazo para defesa e mandou solicitar ao juiz competente da prestação de contas, da 117ª Zona Eleitoral, informações acerca da prestação de contas do postulante. A magistrada entendeu que os fatos alegados poderão ser objeto de prova no transcorrer do processo.

A coligação Muda Olinda deu conhecimento, por representação, ao juízo da propaganda sobre a investigação em curso e a ausência de prestação de contas de Lupércio e o grande volume de propaganda, requerendo diversas providências.

O grupo ofereceu outra representação sobre a prestação de contas de Lupércio. Solicitando que o postulante preste contas no prazo de 24h.


Ministros reforçam intuito de ajudar Pernambuco

Ministros se encontraram em almoço no tradicional restaurante Leite (Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco)

Apesar de ruídos na relação entre o Governo Federal e o Governo do Estado, os ministros pernambucanos de Michel Temer (PMDB) reforçaram, nesta segunda-feira (26), que o intuito é ajudar Pernambuco. Os quatro – Bruno Araújo (Cidades – PSDB), Fernando Bezerra Coelho Filho (Minas e Energia – PSB), Mendonça Filho (Educação – DEM) e Raul Jungmann (Defesa – PPS) – se reuniram em almoço no restaurante Leite, no Centro do Recife.

“A relação entre o governador e o governo é boa. Evidentemente que todo mundo quer que o Estado seja atendido no máximo e nós somos os maiores interessados. É do nosso interesse, passando por nós, que Pernambuco seja atendido ao máximo possível. Agora, tem tempo de maturação dos projetos, pleitos que foram encaminhados que ainda estão em trâmite”, disse Fernando Filho.

Bruno Araújo, por sua vez, afirmou que as conversas têm o intuito de somar esforços para atender Pernambuco. “Cada um na sua área e de forma coletiva, como possível. Na nossa área, temos R$ 1,6 bilhão de investimentos em Pernambuco”, disse. O ministro afirmou ser positiva a rotina de encontros.

Raul Jungmann, que recebeu o governador Paulo Câmara (PSB), em Brasília, na semana passada, afirmou que é preciso unir o Estado.

“Em conversa com o governador, ficou definida a ida ao Moreira Franco com participação de ministros e líderes. Acho que é preciso unir Pernambuco em torno das suas pautas principais. Porque o chamado G-4, também conhecido como ‘pernambuquério’, não é uma oposição, não faz sentido. Somos administradores. O Governo de Pernambuco é um governo absolutamente legítimo. Não parte de nós fazer oposição ao governo, dois de nós estamos na base. Os outros dois jamais farão oposição. Esse tipo de coisa e é nosso propósito de ajudar Pernambuco, trabalhar por Pernambuco”, disse Jungmann. Ainda segundo o ministro da Defesa, “em termos políticos, 2018 está a anos luz de distância”.


Ibope: Geraldo 39%; João Paulo 29%; Daniel 15%

A terceira pesquisa Ibope, encomendada pela Folha de Pernambuco e Rede Globo, aponta que o prefeito e candidato à reeleição, Geraldo Julio (PSB) oscilou positivamente dentro da margem de erro em um ponto percentual e atingiu 39% das intenções de voto. O socialista mantém uma diferença de dez ponto ao postulante João Paulo (PT) que também cresceu dentro da margem de erro e chegou a 29% dos entrevistados. A margem de erro é de 3%.

Assim como o petista, o candidato do PSDB oscilou positivamente em dois pontos, chegando a 15%. A postulante do DEM, Priscila Krause, por sua vez, oscilou negativamente em um ponto, ficando em 3%. Edilson Silva (PSOL) também recuou um pontos e está em 2%, enquanto Carlos Augusto (PV) ficou em 1%. Simone Fontana (PSTU) e Pantaleão (PCO) não atingiram 1%. Os votos em branco e nulos somam 8% e os indecisos 3%.

Na pesquisa anterior Geraldo tinha 38%, João Paulo 27%, Daniel 13%, Priscila 4% e Edilson 3%.

Segundo turno

Em um possível segundo turno entre Geraldo Julio e João Paulo o socialista conseguiria a vitória. O atual prefeito aparece com 50% contra 35% do petista.

Quando a disputa é entre o socialista e o tucano, Geraldo recuou três pontos, ficando com 49%, enquanto Daniel subiu de 28% para 32%. Brancos e nulos somam 14%, enquanto outros 5% não souberam ou não opinaram.

Já no cenário entre Daniel Coelho e João Paulo, ambos aparecem com 42% das intenções de voto. Na pesquisa anterior, o petista tinha 43%, contra 38% do tucano.

A pesquisa Ibope ouviu 1.001 eleitores entre os dias 22 e 25 de setembro. O levantamento está registrado no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco sob o protocolo No PE-02941/2016.


Luciana Santos se livrou da ação que pedia a impugnação da sua candidatura (Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco)

Atualizada às 21h00

A Justiça Eleitoral extinguiu a ação de pedido de impugnação da candidatura de Luciana Santos à Prefeitura de Olinda solicitada pelo Partido Ecológico Nacional (PEN). Em seu despacho publicado no domingo (25), a juíza eleitoral da 10ª zona, Andréa Calado da Cruz, atesta que foram preenchidas todas as condições legais para o registro de candidatura e, por isso, extingue a Ação de Impugnação sem julgamento do mérito e defere o pedido de registro de candidatura.

Para Luciana Santos, a decisão confirma que o pedido não tem conteúdo jurídico e que se trata de tentativa de despolitizar e confundir os eleitores.

“É o tipo de atitude que prejudica o debate eleitoral e o diálogo na busca de ideias que contribuam para melhorar a vida de quem vive na nossa cidade. A decisão da justiça eleitoral comprova que o pedido não tinha fundamento e nós seguimos nas ruas, olhando no olho dos olindenses e fazendo o bom debate porque temos consciência que a eleição em Olinda, como sempre, será decidida pelo povo, através das urnas”, disse.

Novo processo

Por outro lado, nesta segunda-feira (26), a juíza eleitoral Eliane Ferraz entregou, no cartório eleitoral, decisão abrindo a investigação e mandando notificar Luciana Santos e o prefeito Renildo Calheiros (PCdoB).Segundo a coligação Muda Olinda, o atual gestor tem usado de sua autoridade política para cometer o abuso de arregimentar servidores públicos municipais para participação nos eventos de campanha da segunda investigada, inclusive, em muitos casos, no horário de expediente ordinário dos órgãos públicos municipais.

Segundo o a Coligação Muda Olinda, pelas redes sociais oficiais da segunda investigada (Luciana Santos), é possível verificar internautas deixando comentários sobre a evidente participação de servidores ocupantes de cargo em comissão nos seus atos de campanha, sobretudo em caminhas que acontecem em horário diurno, coincidente com o funcionamento dos entes componentes da administração pública municipal.

Para o grupo, o caso configura o abuso de poder político, traduzido no uso indevido de cargo ou função pública pelo primeiro investigado (Renildo Calheiros) para a obtenção de votos à segunda investigada (Luciana Santos), o que é vedado pela legislação eleitoral, podendo levar à cassação do registro e à inelegibilidade dos investigados.


Mendonça diz que discutir educação é positivo

O ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), saiu em defesa, nesta segunda-feira (26), da Medida Provisória (MP) anunciada pelo Governo Federal que propõe mudanças no Ensino Médio. O titular da pasta, que almoçou com os outros membros do chamado G-4 pernambucano, afirmou que a educação estar em discussão é algo positivo.

“Pela primeira vez ao longo da minha vida pública eu estou acompanhando uma discussão sobre o tema educação ganhar o plano principal da política brasileira. Então, achei uma mudança de paradigma positivo. Porque educação, muito embora sempre é no discurso uma temática relevante, nunca foi alçada a uma posição de destaque no debate em termos de políticas públicas”, disse.

Para o ministro, o debate vem para “ajudar a esclarecer”. “E à medida em que as pessoas tomam conhecimento da lógica do processo de mudança introduzido pela MP elas aderem à tese”, disse.

Ele citou que “na campanha de 2014 quem defendeu essa tese foi a então candidata e ex-presidente Dilma Rousseff”. “Então, a rigor, essa é uma questão do Estado brasileiro. Que diz respeito às crianças e jovens do Brasil. A gente tem uma evasão brutal. 1,7 milhão de jovens que nem trabalham nem estudam no nível médio. Um ensino médio de péssima qualidade, que desde 2011 para cá o Ideb só fez piorar”, avaliou.

Sobre a tese de medida provisória, Mendonça Filho afirmou que isso é “uma falsa tese”, pois “o princípio constitucional da medida provisória obedece a duas lógicas – a relevância e a urgência”.


Petista quer que o auxiliar do presidente Michel Temer (PMDB) explique como tomou conhecimento da 35ª fase da Operação Lava Jato (Foto: Alessandro Dantas/ Liderança do PT no Senado)

Após ter vazado, em um evento de campanha política do PSDB, que uma nova fase da operação Lava Jato seria realizada esta semana, o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, virou alvo de um requerimento de convocação ao Senado apresentado pelo líder do PT na Casa, Humberto Costa. O petista quer que o auxiliar do presidente Michel Temer (PMDB) explique como tomou conhecimento da 35ª fase da Operação, que deveria ser secreta. As informações de Moraes foram repassadas ao Movimento Brasil Livre, grupo que organizou atos contra o mandato da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Para Humberto, o ministro fez uso de político de informação privilegiada e que deveria ser sigilosa.

“A Lava Jato está virando um instrumento contra os adversários do governo Temer. Estão interferindo diretamente no curso da investigações e dirigindo todos os passos com objetivos políticos. Nas vésperas da eleição, o ministro divulga em ato com caráter claramente eleitoral uma informação que não poderia ter vazado. Parece estar tudo acertado para criminalizar o PT. Estão fazendo uma verdadeira operação boca de urna”, criticou o senador. Na fase da Lava Jato ocorrida nesta segunda-feira, a Polícia Federal prendeu o ex-ministro da Fazenda Antônio Palocci.

Humberto disse ainda que o vazamento de informação sigilosa é crime previsto no artigo 325 do Código Penal e pode implicar em pena de detenção por até dois anos.

“O que está acontecendo é muito grave e precisa ser apurado. Vamos cobrar as explicações do ministro de Justiça para não permitir que a Polícia Federal vire instrumento de perseguição política”, afirmou.

Além do requerimento de convocação do ministro, Humberto entrará, juntamente com os demais senadores do PT, com um requerimento de informação na Comissão de Constituição e Justiça do Senado para que Alexandre de Moraes explique, por escrito, como teve acesso a informações privilegiadas e por que as repassou a terceiros publicamente.


Apelidados como “G-4”, os quatro ministros de Pernambuco tiveram mais um encontro, nesta segunda-feira (26), antes de seguirem para Brasília. Durante almoço no restaurante Leite, um dos mais tradicionais da Cidade, Bruno Araújo (PSDB), Fernando Bezerra Coelho Filho (PSB), Mendonça Filho (DEM) e Raul Jungmann (PPS) conversaram com a imprensa e trataram de diversos temas, desde as eleições municipais até a inclusão do Estado no Programa de Parcerias para Investimentos (PPI). Há cerca de duas semanas, o Governo Temer anunciou 34 projetos destinados à concessão da iniciativa privada. Pernambuco, entretanto, ficou de fora.

Bruno Araújo, ministro das Cidades, revelou que o ministro dos Transportes, Maurício Quintela, falou que os estudos estão em andamento. “Envolve a BR-101, o anel de Suape e a BR-232. E que chegam a ele indicativos prévios dos técnicos que apontam para uma viabilidade econômica. Precisa ser confirmados com a finalização dos estudos. O ato de conceder algo, de uma concessão, não é ato de vontade de um governante. Vou abrir uma concessão. Você tem que ter estudo, viabilidade econômica, encontrar no mercado quem tenha interesse. E do ponto de vista de viabilidade aponta para algo positivo”, revelou.

“Me disse o ministro Quintela que se isso acontecer, se isso se confirmar, há grandes chances dessa concessão estar incluída na segunda rodada. E pelo que eu entendi, no início, agora, dia 17 (de novembro)”, continuou.


Carlos Augusto critica educação no Recife

Postulante apresentou propostas para o setor (Foto: Divulgação)

Candidato à Prefeitura do Recife pelo PV, Carlos Augusto teceu críticas ao prefeito e postulante à reeleição Geraldo Julio. Durante o debate com empresários na Federação das Indústrias de Pernambuco, o verde disse que o atual gestor veicula propaganda enganosa veiculada nos comerciais e no Guia Eleitoral sobre a educação. Para o prefeiturável, o socialista está “trocando gestão por eleição”.

“O Recife não é referência em educação. E não adianta (a Prefeitura) pegar carona no trabalho que o governo do Estado fez”, afirmou Augusto.

“A gente achar que ter nota 3,7 ou 4 no Ideb é para se bater palmas está errado. Esse desempenho é para deixar todo mundo indignado no Recife”, disse. Afirmou que melhorar os índices de educação não é difícil, e que tem cidade no interior fazendo, como é o caso de “Sobral city”, no Ceará, que “conseguiu nota 6 no Ideb, e tem esc ola que tem nota oito”, completou.

Carlos Augusto criticou, ainda, o fato segundo o qual os alunos só absorvem 25 por cento dos conteúdos da sala de aula. Disse ser preciso que todos esses “tenham aulas de reforço, a exemplo do que acontece já naquela cidade cearense, que virou referência em educação no País”.

Segundo o postulante, no Recife há 80 mil desempregados, dos quais 25 mil são jovens. Por esse motivo, vai criar o Programa Agente Jovem Ambiental, para que cerca de 15 mil bolsistas funcionem como educadores ambientais, ajudando a população a preservar rios, córregos, canais e na coleta seletiva.

“Eles terão de estar estudando e fazendo algum curso técnico voltado para o mercado de trabalho”, afirmou o verde. Disse, ainda, que os indicadores econômicos mostram que a economia começa a se recuperar em 2017, e que a Prefeitura tem que fazer a sua parte, preparando a população para o trabalho, através de “parcerias com o Sistema “S” por exemplo (Sesi, Senac, Senai, Sesc).

O candidato mostrou, ainda, quais suas prioridades para o setor educacional, como a reforma nas escolas, a ampliação de vagas em creches (inclusive nas comunitárias), a escola aberta (aos finais de semana), e a equiparação da idade para se alfabetizar da escola pública à da privada (hoje as crianças das escolas particulares aprender a ler aos seis, mas as das oficiais só aos nove).


Foi lançada na última semana a plataforma “Detector de Mentiras”, que tem o objetivo de fornecer ao eleitor uma ferramenta para acompanhar o discurso dos(as) candidatos(as) à Prefeitura do Recife. O projeto é uma realização da Rede Nossas Cidades com a parceira local, a Rede Meu Recife. A iniciativa foi pensada para deixar o cidadão atento ao conteúdo das falas de quem quer gerir o Recife nos próximos quatro anos.

Durante o debate eleitoral da próxima quinta-feira (29), a ser transmitido pela Rede Globo em horário a ser confirmado, uma equipe de colaboradores e especialistas em diversas áreas fará uma cobertura checando fatos, dados e verificando ou não sua veracidade. Os resultados das análises serão divulgados através da página do Meu Recife no Facebook e no Twitter, onde os seguidores poderão acompanhar o Detector de Mentiras em tempo real.

O WhatsApp também será outro meio utilizado para o envio de informações sobre as candidaturas dos(as) prefeitáveis. É necessário inscrever-se na plataforma do Detector de Mentiras para receber o conteúdo exclusivo via WhatsApp.

Durante os intervalos do debate com os(as) prefeitáveis, os especialistas estarão fazendo comentários ao vivo, via Facebook. Alguns deles são Cibele Rodrigues, socióloga na Fundação Joaquim Nabuco, Sabrina Machry, Mestre em Planejamento Urbano e pesquisadora do INCITI e Renato Pereira, cientista social e coordenador do programa de Direito Humano à comunicação no Centro de Cultura Luiz Freire. Demais especialistas confirmados podem ser encontrados em:

http://www.detectordementiras.meurecife.org.br/


Candidatos do Recife debatem políticas LGBT

Em 2014, os candidatos ao governo participaram de debate sobre políticas LGBT (Foto: Divulgação)

Encontro que já faz parte do calendário eleitoral do Estado e do Recife, o debate promovido numa parceria entre o grupo Leões do Norte e o Clube Metrópole, sobre as políticas LGBT de cada candidato à PCR ocorrerá nesta terça-feira (27) à noite.

A maioria das políticas públicas implementada no Recife para a população LGBT foram discutidas e construídas a partir desses debates, que são abertos ao público.

O fórum de debates sempre foi prestigiado pelos candidatos, como o ex-governador Eduardo Campos, o atual ministro da Defesa, Raul Jungmann, e do ministro da Educação, Mendonça Filho, o senador Humberto Costa, os deputados Jarbas Vasconcelos e Edilson Silva, entre outros.

Em 2016, todos os oito candidatos à Prefeitura do Recife já confirmaram presença.


(Foto: Sergio Figueiredo/Divulgação)

O governador Paulo Câmara (PSB) participou, na noite desse domingo (25), de ato de campanha da coligação Mais Avanços, Mais Conquistas, do prefeito Edson Vieira (PSDB), em Santa Cruz do Capibaribe. O evento contou com a presença de lideranças do PSB. Após comício, a chapa majoritária promoveu uma caminhada pelas ruas do município.

Além de Paulo Câmara, estiveram presentes do deputado estadual Diogo Moraes (PSB), o ministro Bruno Araújo (PSDB), o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), entre outros. O candidato a vice-prefeito Dida do Nan (PSB) também acompanhou o ato.

Paulo Câmara reafirmou seu compromisso com o município. “Santa Cruz quer continuar com esse trabalho correto. Edson é uma pessoa que tem pé no chão, que tem capacidade de ouvir, mas, acima de tudo, tem capacidade de fazer as coisas bem feitas para seu povo. Santa Cruz quer continuar com isso e é isso que vai acontecer. Temos muitos desafios, mas a gente vai fazer juntos. Vamos fazer parcerias cada vez maiores para melhorar a vida de Santa Cruz”, destacou.

Diogo Moraes lembrou que foi esse grupo o responsável pela entrega do Calçadão Miguel Arraes, da PE-160, além de outras ações. “Esse palanque tem um governador, um ministro, um deputado federal, que vai dar a maior vitória de Santa Cruz. Isso se faz com amor, alegria no coração e não custa nada”, declarou.

Por sua vez, o prefeito Edson Vieira falou da importância de ter aliados. “Quem é o candidato que tem desde o presidente ao governo, ao deputado federal? Santa Cruz não quer mais voltar ao passado. Eu fico feliz com este palanque que está aqui, com essa força que o povo me deu. Faço de tudo pra honrar o povo” afirmou. “Eu amo o que faço. Tenho certeza que vocês não vão arredar o pé. Quando chegar domingo só vai dar 45!”, completou.


Ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Pernambuco (OAB-PE), Pedro Henrique Reynaldo Alves presidirá a Comissão Especial de Elaboração de Proposta para Reforma Política da OAB nacional, onde exerce o cargo de conselheiro federal. Alves irá coordenar uma equipe de cinco pessoas, sendo dois juízes eleitorais.

O resultado dos estudos, que devem ser finalizados em outubro, será submetido ao pleno da entidade e pode se tornar um Projeto de Lei. Pedro Henrique Reynaldo Alves tem experiência como procurador e já presidiu a Comissão Nacional de Acompanhamento Legislativo da OAB Federal, entre 2010 e 2012.

“A OAB tem como missão institucional representar a sociedade. O Conselho Pleno terá como missão elaborar propostas concretas e factíveis, que tenham aderência ao espírito republicano”, enfatizou.


No Cafezinho com Jarbas Vasconcelos

Nesta edição da coluna digital “No Cafezinho”, o editor do Blog da Folha, Márcio Didier, e a colunista de Política da Folha, Renata Bezerra de Melo, têm um convidado especial – o deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB). O parlamentar conversa sobre a relação de Pernambuco com o Governo Temer, a saída de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que foi cassado pela Câmara, e as eleições municipais. Confira: