"A dita curva" reúne mulheres da atual geração da música pernambucana
"A dita curva" reúne mulheres da atual geração da música pernambucanaFoto: Flora Negri/Divulgação

Rebatizado como Festival Internacional de Artes Cênicas e Música de Pernambuco, o Janeiro de Grandes Espetáculos tem dado atenção especial à linguagem musical este ano. Em sua 24ª edição, o evento montou uma programação que privilegia os encontros com a música.

É o caso da parceria entre os cantores Tibério Azul e Igor de Carvalho e do show em conjunto de Ayrton Montarroyos e Claudette Soares, que já foram apresentados ao longo da última semana. Além de mais três atrações que sobem aos palcos neste sábado e domingo.

Leia também:
Suíça, Portugal e Brasil no Janeiro de Grandes Espetáculos 2018
Canto dos Malditos na Terra do Nunca faz show do novo álbum
Lucas Crasto apresenta projeto 'A Fábrica de Canções' em show
Tibério Azul e Igor de Carvalho apresentam show juntos


Com sessão marcada para o sábado, às 20h, no Teatro Luiz Mendonça, "A dita curva" é um espetáculo musical que reúne dez mulheres da cena musical pernambucana: Aishá Lourenço, Aninha Martins, Flaira Ferro, Isadora Melo, Isaar, Laís de Assis, Luna Vitrolira, Paula Bujes, Sofia Freire e Ylana Queiroga.

"É um desafio para todas nós trocar experiências, trazer novos saberes e fazer isso convergir para os arranjos das nossas músicas autorais", afirma Paula Bujes, que também assina a direção musical do encontro.

A ideia de juntar todas essas artistas partiu de Flaira. "Fui procurada pelo festival para apresentar um trabalho novo. Achei que seria muito mais interessante criar algo que não fosse só meu. É um projeto que tenta colocar em prática nosso discurso de sororidade, andar juntas e entender as diferenças", diz Flaira. Mesclando os repertórios de cada uma das participantes, o roteiro do show traz canções costuradas por poesias, dança e música instrumental. As entradas custam R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada).

No mesmo horário, Arthur Philipe e Cláudia Beija levam ao Teatro de Santa Isabel "Frank & Ella". A dupla revive canções que marcaram as trajetórias de Frank Sinatra e Ella Fitzgerald, dois ícones da música internacional. Os ingressos custam R$ 40 e R$ 20 (meia-entrada).

Já no domingo, às 16h, o mesmo teatro recebe o "Encontro da velha e nova geração da viola", trazendo um formato inédito. São quatro duplas de poetas repentistas - um com menos de 25 anos e outro acima dos 60 - exaltando a viola nordestina.

"Temos uma geração que está praticamente se aposentando, e outra que começa a despontar mas é tão boa quanto. A proposta é mostrar que a cantoria não está acabando. Existe renovação", explica Reginaldo Meneses, idealizador e apresentador do projeto.

Os convidados da noite são Ivanildo Vila Nova e Jeferson Silva; Severino Feitosa e Felipe Pereira; Sebastião Dias e Evaldo Filho; e Oliveira de Panelas e Jairo Silva. As entradas custam R$ 40 e R$ 20 (meia-entrada).

"A dita curva" reúne mulheres da atual geração da música pernambucana
"A dita curva" reúne mulheres da atual geração da música pernambucanaFoto: Flora Negri/Divulgação
Encontro da Velha e Nova Geração da Viola
Encontro da Velha e Nova Geração da ViolaFoto: Ju Brainer/Divulgação
Arthur Philipe e Cláudia Beija cantam Frank Sinatra e Ella Fitzgerald
Arthur Philipe e Cláudia Beija cantam Frank Sinatra e Ella FitzgeraldFoto: Renata Melo/Divulgação

veja também

comentários

comece o dia bem informado: