Baco & cia

Murilo Guimarães

ver colunas anteriores
Parece que o tema Ecologia está na moda, mas é assunto de colégio...
Parece que o tema Ecologia está na moda, mas é assunto de colégio...Foto: Da editoria de Arte

Ecologia é assunto da moda. Bem, pensando melhor, nem tanto assim. Lembro do meu vestibular. Aliás, os mais moços sabem o que é isso? Era um ENEM muito mais difícil, meu jovem leitor. Pelo menos o da minha época. Voltando ao meu vestibular, em 1970 - já lá se vão 48 anos! - circulou um burburinho de que ecologia ia ser o tema com maior número de questões na prova de biologia.

Dediquei os últimos dias de estudo ao assunto e... Das 50 questões, só duas eram sobre ecologia! Tempo perdido? Não. Instrui-me sobre essa que é e deve ser uma grande preocupação da humanidade, embora com poucos avanços, ao longo desse tempo. A vitivinicultura também se preocupa com isso.

De forma ainda incipiente, é verdade, mas crescente. No campo dos vinhos, os termos utilizados são: orgânico, biodinâmico e sustentável. Sendo orgânico aquele que é produzido sob regras bem definidas e controladas - pelos menos na Europa, nos Estados Unidos e outros locais avançados (no Brasil do PT, só Deus sabe!).

Aproveitando para dizer que essas regras podem ter pequenas diferenças, conforme a agência reguladora. As uvas devem ser cultivadas com adubos e pesticidas naturais, de origem vegetal (de preferência) ou animal. Nunca químicos ou minerais. O solo deve manter suas características originais.

Na produção, há controle do tipo de levedura usado e a quantidade de conservante (enxofre) é limitada. Vinhos assim produzidos podem ser rotulados como orgânicos. Alertando que existe a variável “produzido com uvas orgânicas”, indicando que o plantio seguiu as regras, mas o processo de vinificação pode ter fugido a elas.

Já os biodinâmicos, além de seguir o roteiro dos orgânicos, obedecem à teoria do Rudolf Steiner, baseada no ecossistema, influências astrológicas e ciclo lunar. Lua! Parece mais romântico, não é amigo? Por fim, o sustentável - como o biodinâmico, não tem regulação legal específica - que alia às boas práticas ecológicas, um sentido sócio-financeiro. Tanto no controle do preço, quanto na geração de empregos.

O que parece acontecer no setor. Pelo menos, conforme levantamento francês (UMR Moisa, Montepellier), que revelou ter uma vinícola orgânica 1,5 vezes mais emprego que as convencionais. Empregos esses mais estáveis. Então, se não pelos outros motivos, por esse, que tanto carecemos em Pernambuco, viva a ecologia! Mas, lembre-se, na hora do voto, tem que mudar o governador. De olho nisso! Tim, tim, brinde à vida.

EM DESTAQUE
Roadshow da Atacamax

Não, nada a ver com show na estrada! A Atacamax vai expor produtos da importadora Inovini, que tem no seu portfólio renomados produtores de vinho. Enólogos europeus e de outras partes do mundo estarão lá. Será no novo e bem montado espaço da Atacamax, na avenida Recife, dia 04/10. Imperdível. Fone: 99127.4643.
degustação na 4 elementos

Se você é apreciador da uva Pinot Noir, se apresse para reservar lugar nesse evento, dia 19/09, pois as vagas são muito limitadas (18 lugares). Serão degustados oito rótulos desta uva, de diferentes partes do mundo, acompanhados por uma Paella Valenciana (será melhor que a minha??!). Mais informações, pelo fone 3034.3040.

*É médico e enólogo. Escreve quinzenalmente neste espaço

veja também

comentários

comece o dia bem informado: