Crianças participam de roda de leitura no espaço "Bienalzinha", no interior da feira
Crianças participam de roda de leitura no espaço "Bienalzinha", no interior da feiraFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Encantar-se pela leitura pode ser um caminho tedioso, cheio de letras miúdas. Mas quando esse percurso se transforma em uma roda gigante de emoções, difícil querer descer ou passar incólume por uma estante de livros. Para conquistar os leitores desde a infância, uma das fórmulas é misturar palavras e ilustrações com teatro, dança, cultura geek , japonesa, local, com direito a quiz interativo.

Na 11ª edição da Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, essas atividades fazem parte da programação, que segue até este domingo (15), no Centro de Convenções, em Olinda, das 10h às 22h. Uma alternativa de programação para o Dia das Crianças.

Leia também:
Bienal Internacional de Pernambuco tem plataforma de lançamentos
Visitantes contam com novidades na XI edição da Bienal Internacional do Livro
Ministro defende Lei Rouanet na abertura da XI Bienal Internacional do Livro de Pernambuco
Força das letras pulsa na Bienal Internacional do Livro de Pernambuco
Seminário durante a Bienal do Livro discute caminhos da escrita criativa


Nos estandes, muitos exemplares com promoções atraentes, com vários títulos, para crianças e adultos, a partir de R$ 10. Na ala geek, uma arena com atrações como tirar fotos sentado no trono da série "Game of Thrones" ou colocando na cabeça o chapéu do bruxinho "Harry Potter"

Para adultos
Entre os lançamentos, os seis paradidáticos da "Coleção Planeta Pequeno Príncipe", adaptação de Carlos Gomes para o clássico do francês Antoine de Saint-Exupéry, nesta quinta-feira (12), às 15h. Já Daniel Peroni Ratto autografa seu quarto volume de poemas "Vozmecê", pela editora Patuá, às 18h, na sexta-feira (13).

Mirela Paes mostra seu "Destinos cruzados", no sábado (14), às 14h. E "Joaquina Traquina - Uma Vida de Superação", de Adriano Marcena (Trempe Produções), é destaque no domingo (15), às 16h.

A programação para o público adulto traz o lançamento do livro "Recife de Amores e Sombras", uma coletânea de contos assinada por seis autores locais, com prefácio de Marcelino Freire.

"Trata-se de um manifesto para externar a resistência diantes dessa cidade ambígua - uma metrópole pequena, rica e pobre, de tantos autores sem espaço", diz um dos escritores, Sidney Nicéas. Daí o nome da editora independente, Capa (Coletivo de Autores Pernambucanos Atuantes).

Na feira o público também vai encontrar a editora Pel, primeira especializada no segmento LGBTI a participar da bienal. De acordo com a diretora, a paulistana Paula Curi, a recepção tem sido muito boa. "Muita gente veio ao estande agradecer pela representatividade", declarou. Os títulos mais procurados, inclusive, são de uma escritora do Recife, Marina Porteclis, para quem Paula tece muitos elogios. "Tudo nela é poesia", derrete-se.

Para crianças
Um dos estandes dedicados aos pequenos, da editora Bambolê, é comandado pela própria autora de alguns dos 30 títulos já publicados, Ana Cristina Melo. "Sempre quis produzir livros que pudessem ser sementes para novos leitores a partir de múltiplas leituras", declara Melo, chamando atenção para elementos como colagem com papel de pipa e algodão, ou para o formato textual de peça teatral baseada em cantigas de roda. "Assim a criança pode trabalhar a ilustração, mesmo sem saber desenhar", defende, enxergando o livro como "suporte para ver o mundo com outro olhar".

Dentro da Bienal, tem feito muito sucesso o Quiz Interativo, espaço criado pelo Ministério da Educação/MEC. Três jovens ficam diante de um painel respondendo a perguntas que aparecem em um monitor para a plateia. O vencedor ganha um livro. Pelo barulho que se ouve ao longo da feira, a torcida é animada. A estudante Tháynna Kammila, 12 anos, uma das vencedoras, veio de Aldeia para conferir a bienal. "Gostei muito dos livros", disse.

Serviço:
11ª Bienal Internacional do Livro de Pernambuco
Até domingo (15), das 10h às 22h
Centro de Convenções de Pernambuco (Av. Professor Andrade Bezerra, s/n, Salgadinho, Olinda)
R$ 10 e R$ 5 (meia-entrada)
Programação completa: www.bienalpernambuco.com

Crianças participam de roda de leitura no espaço "Bienalzinha", no interior da feira
Crianças participam de roda de leitura no espaço "Bienalzinha", no interior da feiraFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco
Representantes da Editora PEL, dedicada a obras sobre temas do universo LGBTI
Representantes da Editora PEL, dedicada a obras sobre temas do universo LGBTIFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco
Estande do MEC promove quiz com perguntas voltadas para os estudantes
Estande do MEC promove quiz com perguntas voltadas para os estudantesFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco
Ana Cristina Melo, escritora e coordenadora editorial da Editora Bambolê
Ana Cristina Melo, escritora e coordenadora editorial da Editora BambolêFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco
Estande da Bienal no pavilhão do Centro de Convenções
Estande da Bienal no pavilhão do Centro de ConvençõesFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco
Lançamento do livro "Recife de Amores e Sombras", dos autores Adriano Portela e Sidney Nicéas, do Coletivo Capa
Lançamento do livro "Recife de Amores e Sombras", dos autores Adriano Portela e Sidney Nicéas, do Coletivo CapaFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

veja também

comentários

comece o dia bem informado: