Capital Inicial apresenta turnê do novo álbum "Sonora", nesta sexta-feira (14), no Classic Hall
Capital Inicial apresenta turnê do novo álbum "Sonora", nesta sexta-feira (14), no Classic HallFoto: Divulgação

A banda Capital Inicial chega ao Classic Hall, nesta sexta-feira (14), junto com Biquíni Cavadão, e apresenta a turnê do novo projeto "Sonora", na primeira edição do "Summer Nights", festival dedicado ao pop rock nacional.

Com 36 anos de estrada, o grupo já passou por várias mudanças, desde as evoluções tecnológicas até as transformações causadas por dilemas pessoais. "Esse álbum é fruto da dúvida sobre como devemos agir. Será que nunca devemos mudar ou precisamos nos adaptar às novidades? Para ser sincero, minha opinião varia. Às vezes acho que o segredo é se manter inalterado, não importa o que o resto do mundo esteja fazendo. Em outros momentos, acho o contrário, que você deve estar atento ao que a garotada vem fazendo. No final das contas, acho que o 'Sonora' é um pouco das duas coisas", como conta Dinho Ouro Preto, vocalista da banda.

Após três anos desde o lançamento da última produção, "Acústico em NYC", o "Sonora" terá 12 produções inéditas, que, pela primeira vez, estão sendo lançadas individualmente através das plataformas digitais, o que já indica que o grupo tem se rendido ao novo modelo de funcionamento do mercado da música. "Ao longo desses anos, nós passamos por várias mudanças fundamentais de tecnologia. Do vinil para o CD, do CD para o download, e agora o streaming. As plataformas digitais são quase como uma 'rede social'. Quanto mais você a alimenta, mais ela cresce. Com isso, os lançamentos foram diluídos ao longo de alguns meses. É como se tivéssemos voltado à era dos compactos, dos singles. Uma coisa meio começo dos anos 1960", brinca o cantor.

Apesar da extensa carreira, Capital Inicial conseguiu manter uma pegada jovem que foi além da rebeldia do cenário punk de Brasília/DF dos anos 1980. Mesmo com a formação original, o grupo brasiliense traz a juventude nos bastidores, já que o novo projeto conta com a produção do cantor Lucas Silveira, da banda Fresno. "Conheci de fato o Lucas há pouco tempo e trabalhar com ele foi surpreendente. Ele é de uma musicalidade superior, multi-instrumentista e não para de sugerir ideias alternativas. Foi uma escolha excelente e espero que venhamos a trabalhar mais no futuro", revela. A juventude também pode ser vista no público que acompanha a banda. "Eu acho muito positivo conseguir atrair novos fãs, sem deixar de contemplar os mais antigos. É por isso que a gente precisa ficar atento ao mundo, mas sem deixar de lado a nossa essência".

Leia também:
[Clipe] Pitty lança a música 'Te Conecta'
Banda Atitude 67 lança novo projeto musical
Paul McCartney lança novo álbum, após cinco anos sem disco inédito

Compostas por Dinho Ouro Preto, Alvin L. e Thiago Castanho, as faixas “Seja o Céu”, “Tempestade”, “Não Me Olhe Assim” e “Tudo Vai Mudar”, presentes no novo álbum, já estão disponíveis nas plataformas digitais de áudio. A primeira estreia com clipe gravado em estúdio, e a segunda com um lyric vídeo. O single de estreia, “Não Me Olhe Assim”, ganhou clipe com direção de J.Brivilati e já passa de 1,4 milhão de visualizações no YouTube.




   Mais uma veterana

Completando a programação do festival, o grupo Biquíni Cavadão, com mais de 30 anos de carreira, traz o projeto “As voltas que o mundo dá”. Com 12 composições inéditas, as letras retratam as conquistas e derrotas da vida pessoal e profissional dos integrantes da banda. No repertório, estarão as canções como “Soltos pelo ar”, “Arco-íris” e “Um rio sempre beija o mar”. O conjunto aproveitará o retorno à capital pernambucana para relembrar sucessos antigos, como “Vento ventania”, “Quando eu te encontrar” e “Quanto tempo demora um mês”.

Biquíni Cavadão completa a programação da primeira edição do festival Summer Nights

Biquíni Cavadão completa a programação da primeira edição do festival Summer Nights - Crédito: Divulgação

Serviço:
"Summer Nights", com Capital Inicial e Biquíni Cavadão
Nesta sexta-feira (14), às 22h
Classic Hall (av. Agamenon Magalhães, s/n, Salgadinho)
De R$ 50 a R$ 1600, à venda na bilheteria do Classic Hall e no site eventim
Informações: (81) 3427-7501

 

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: