Holística

Mariomar Teixeira

ver colunas anteriores
Terrário retangular
Terrário retangularFoto: Pixabay

Anamaria Pereira apresenta no presente texto a montagem do terrário que pode usar os cactos e as suculentas, publicações aqui já apresentadas.

Cactos: beleza e praticidade
Suculentas: aconchego e simplicidade

“Uma boa alternativa para pequenos espaços, cantinhos, escritórios e também para aqueles que não tem muito tempo, são os cactos e suculentas.

Essas plantas não demandam de grandes cuidados e normalmente só necessitam ser molhadas vez por semana.

A mistura de cactos e suculentas pode deixa o ambiente leve, agradável e muito bonito. Como existe uma variedade enorme de formas, cores e tamanhos, é possível jogar com alturas diferentes para uma composição harmoniosa.

Vários tipos de vasos podem ser usados, pode-se também optar por manter apenas uma planta por vaso ou compor o recipiente com duas ou mais espécies diferentes. Também há a opção de terrários, que são jardins plantados em vasos, onde podemos acompanhar o desenvolvimento e o comportamento das plantas em questão.

Eles podem ser abertos ou fechados, de cores variadas e com diferentes tipos de plantas. Podem e devem ter outros elementos como pedras, paus, cascas, sementes, miniaturas, caminhos, etc, ou seja, formar um ambiente próprio, um mini espaço.

É ideal para lugares pequenos (ex.: escritórios) e para aqueles que querem a beleza das plantas por perto, mas não tem tempo de cuidar, eles exigem pouquíssimos cuidados.

Quando ele é aberto, a evaporação da água é normal, portanto o cuidado com as regas são necessários (caixas de vidro, pratos de cerâmica, etc.). O fechado, forma um ambiente em que a agua evaporada retorna como umidade, nestes, as regas são bem menos e em quantidades bem menores. Devendo-se sempre observar para que não ocorra a falta e nem o excesso de água.

Para a montagem desses “jardins”, começamos com pedras, pedriscos ou cascalhos, seguido de uma ou mais camadas de terra ou de areia, podendo usar areia colorida, mas levando-se em conta que quando a montagem é feita em vidro, o visual externo tem que ser bonito.

As espécies de plantas podem variar de acordo com a finalidade e se vai receber iluminação natural direta ou difusa, mas o mais comum é usar plantas pouco exigentes em água, tratos, podas e de porte pequeno.

Então vamos ver como devemos montar um terrário de cactos e suculentas.

Primeiro precisamos separar todo o material a ser utilizado, e aí entra muito da criatividade de cada um e do tamanho do terrário, mas basicamente em todos precisa-se de um vaso, que pode ser de cerâmica ou vidro (prato, aquário, copo, garrafa, compoteira, etc) e também pode ser fechado. Aqui vale usar a imaginação e usar os mais variados recipientes como vaso, e como exemplo disso, pode-se usar a caçamba do carrinho do filho que ele não brinca mais. Os vasos furados (cimento, cerâmica ou plástico) são mais utilizados quando a intenção é colocar o mini jardim em locais abertos, já os de vidro que não possuem furos para escoamento de água são mais usados para decoração de ambientes internos.

Com o vaso escolhido, agora é hora de montar e, assim como um vaso comum, o terrário também precisa de uma boa drenagem, que é feita utilizando-se seixos, brita, cacos de telha, argila expandida. Esse cuidado também deve existir no caso de vasos que não possuem furos, pois neste caso o excesso de água pode danificar as raízes.

Depois de preparar o sistema de drenagem, deve-se colocar uma camada de carvão vegetal para absorção do excesso de umidade. Por cima dessa camada, coloca-se areia grossa.

O próximo passo é colocar o substrato de crescimento das plantas. Por não tolerar excesso de umidade nas raízes e também nas folhas, o substrato deve ser poroso e misturado com um pouco de areia grossa (10%) para que não haja acumulo de água. Outra coisa que deve ser misturada a esse substrato é pó de casca de ovo seca e cinzas de churrasqueira peneiradas, esses dois ingredientes são ricos em nutrientes e irão melhorar a qualidade do substrato.

Com toda a estrutura pronta, agora é só colocar as mudas de cactos e suculentas (mas pode ter outros tipos de plantas). Com o substrato úmido, faz-se pequenos buracos com o auxílio de pazinhas, colheres e pinças e coloca as mudas com cuidado para não deixar raízes expostas, depois de colocar as mudas no lugar, deve-se apertar um pouco ao redor para que elas fiquem bem firmes no lugar.

Pronto, o terrário está pronto, agora só falta a decoração, que pode ser com seixos, perlita, musgos, cascas, sementes, miniaturas de carros, casas e duendes, etc, use a imaginação.

O ideal é que o seu jardim em vaso receba um pouco de luz natural, então coloque-o perto de uma janela ou porta. Caso isso não seja possível, procure coloca-lo para receber luz solar algumas vezes por mês.

DICAS PARA MANTER SEU TERRÁRIO SEMPRE BONITO

1. Sendo seu terrário de vidro, procure limpa-lo com papel toalha enrolado em palito de churrasco.

2. Um borrifador é o ideal para fazer a rega, mas pode ser usado também um conta gotas. Observe se o substrato está muito seco. O ideal é molhar 1 a 2 vezes por semana dependendo do clima.

3. Folhas enrugadas é sinal de falta de água, já folhas amareladas ou se desprendendo, é excesso.

4. Suculentas e cactos não se adaptam a locais de sombra, ficando feias e estioladas e algumas suculentas até mudas a cor de suas folhas quando estão na sombra.

5. O combate de pulgões e cochonilhas pode ser feito com inseticidas orgânicos.

6. No caso de um planta apresentar problema de doenças, o ideal é substitui-la por outra sadia e pulverizar as plantas com uma mistura de sulfato de cobre (1 colher de chá) e água (1L), no intervalo de 20 dias até que não tenha mais nenhum sintoma da doença do mini jardim.

ESQUEMA DE MONTAGEM DE UM TERRÁRIO

Esquema de montagem de um terrário





Caso tenham alguma dúvida, estamos ao dispor para ajudar e fiquem à vontade para compartilhar conosco as imagens dos terrários feitos por vocês.”

Profissionais que contribuem com a coluna Holística Vida Verde (agradeço por sempre tirarem minhas dúvidas e contribuírem com os seus textos sempre que solicitados):

Anamaria Pereira – Agrônoma e Doutora em Horticultura – Petrolina-PE.Contato: (87) 99925.1890 (Tim e WhatsApp) – E-mail: anamaria-ramos@oi.com.br.

Simone Miranda - Agrônoma especialista em Agroecologia – Recife-Pe. WhatsApp: 99769-5236 - Email: meliponini@oi.com.br - Facebook: https://www.facebook.com/melihortas/

Tiago Franca – Técnico Ambiental e Gestor Administrativo – Chapecó-SC. Contatos: (49) 99988.8301 (Tim e WhatsApp) – E-mail: ambiental.tiago@gmail.com.

Milhões de beijos iluminados,

Mariomar Teixeira - Numeróloga & Consultora: de Feng Shui, de 4 Pilares e de Zi Wei Dou Shu. Contatos: (81) 99807.4568 - Tim e WhatsApp / (81) 99100.9617 (Claro) – E-mail: holisticarec@gmail.com. Instagram: @mariomar_teixeira


Perfil
Mariomar Teixeira é formada em Secretariado na UFPE com mestrado em Extensão Rural e Desenvolvimento Local na UFRPE. Filha, esposa e mãe. Ama ler, estudar, tricotar e cozinhar. Dedica-se aos estudos de metafísica desde 1980, principalmente Numerologia. Em 1993, além de assumir um concurso público federal, também o trabalho como numeróloga é reconhecido. Colunista da Folha de Pernambuco de 1998 a 2005, coluna Numerologia. No mesmo período foi colunista da Revista Club com as colunas: Holística e Lançamento de livros. Professora e Consultora de Feng Shui desde 1997.

* A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.

Terrário retangular
Terrário retangularFoto: Pixabay
Terrário visto por cima
Terrário visto por cimaFoto: Pixabay

veja também

comentários

comece o dia bem informado: