'Alguém pra Fugir Comigo', do Resta 1 Coletivo de Teatro
'Alguém pra Fugir Comigo', do Resta 1 Coletivo de TeatroFoto: Maíra Arrais/Divulgação

Textos políticos, líricos e filosóficos, além de fatos verídicos e também imaginários passeiam pelo palco do Teatro Hermilo Borba Filho neste sábado (16), com o espetáculo “Alguém pra fugir comigo”, do Resta 1 Coletivo de Teatro. As apresentações ocorrem aos sábados, 20h e aos domingos, às 19h, com ingressos a partir de R$ 15 (meia entrada) e podem ser adquiridos pelo Sympla.

Para o diretor Quiercles Santana, que também assina a peça com Analice Croccia, o espetáculo coloca em evidência a crise ética, social e humana, com o uso de canções, provérbios, imagens e quadros isolados que se unem para evidenciar o fio condutor: a causa e a necessidade de estremecer as certezas e instaurar um pensamento rebelde, provocador, insubmisso, herético, nômade.






Leia também:
Grupo de teatro faz campanha para se apresentar em Portugal
Cristina Amaral eterniza Nelson Gonçalves em show no Santa Isabel
Filme que discute erotismo feminino ganha sessão especial no São Luiz
Pitty abre no Recife projeto com artistas e bandas locais
Mostra de Clássicos do Cinema da Fundação começa nesta sexta

Integram o elenco “Alguém pra fugir comigo” Analice Croccia, Ane Lima, Caíque Ferraz, Clau Barros, Luís Bringel, Pollyanna Cabral e Wilamys Rosendo. Nesta temporada a montagem conta com Raphael Bernardo como ator convidado, substituindo Analice Croccia quando a atriz estiver em Portugal com o Amaré Grupo de Teatro para apresentar outro espetáculo teatral "Espera o outono, Alice".

Serviço 

Alguém pra Fugir Comigo” - Resta 1 Coletivo de Teatro
No Teatro Hermilo Borba Filho, de 16 de março a 7 de abril, sábados (20h) e domingos (19h), no Sympla
Cais do Apolo, 142, Bairro do Recife

TEMPORADA PORTUGUESA DE "ESPERA O OUTONO, ALICE"
E por falar em “Espera o outono, Alice’, a encenação segue para uma temporada de quatro apresentações em Portugal, a partir do próximo dia 24 de março. Mas antes aporta no Teatro Arraial Ariano Suassuna nesta sexta (15), sábado (16) e domingo (18), com ingressos a R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), à venda no Sympla e na bilheteria do teatro uma hora antes de cada sessão. 

O espetáculo, do AMARÉ Grupo de Teatro, depois que finalizar a curte temporada no Recife seguirá para as cidades portuguesas de Benedita (23 e 24 de março), dentro da programação do festival Ao Teatro!; em Lisboa, e no dia 29 de março, faz apresentação no Auditório Carlos Paredes, e em Idanha-a-nova, em 6 de abril, no Estúdio Teatro Ajidanha.

Com direção de Analice Croccia e Quiercles Santana, “Espera o outono, Alice” faz uma reflexão sobre as perdas, as mortes e as saudades, mas também sobre a pulsão de viver que nos habita. No elenco, os atores Paulo César Freire, Isabelle Barros, Bruna Justino e Natali Assunção se revezam em personagens e trazem fragmentos não-lineares da vida de Alice, uma garota com vida comum à de muitas garotas de classe média, mas que decide tomar uma decisão extrema. 

'Espera o outono, Alice', do AMARÉ Grupo de Teatro

O texto final do espetáculo foi construído com um equilíbrio entre uma dramaturgia própria e enxertos da produção escrita de diversos autores, como os brasileiros Pedro Bomba, Felipe André, Marla de Queiroz e estrangeiros, como Carl Sagan. Já a cena é composta essencialmente por objetos, adereços e peças de vestuário que ajudam a reconstituir os momentos vividos por Alice e por quem conviveu com ela.

Doações

O AMARÉ Grupo de Teatro está em campanha de doações para ajuda nos custos da viagem a Portugal. Estão sendo aceitas contribuições de qualquer valor, que podem ser depositadas em uma conta no Banco do Brasil (Agência 3243-3, Conta-Poupança 42.073-5 e Variação 51).

Durante a temporada no Teatro Arraial Ariano Suassuna, o grupo também venderá produtos relacionados ao espetáculo, como imas e quadrinhos, para auxiliar no financiamento da viagem.

Serviço
'Espera o outono, Alice', do AMARÉ Grupo de Teatro
Sexta (15), 20h e Sábado (16) e Domingo (17), 19h, no Teatro Arraial
R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), no Sympla e na bilheteria do teatro
Rua da Aurora, 457, Boa Vista


veja também

comentários

comece o dia bem informado: