Uma Série de Coisas

Fernando Martins

ver colunas anteriores
Cantora drag Gloria Groove adora ver séries e tem "Glee" e "Pose" como algumas favoritas
Cantora drag Gloria Groove adora ver séries e tem "Glee" e "Pose" como algumas favoritasFoto: Divulgação

A coluna desta sexta-feira (19) traz mais uma convidada para relembrar séries que marcaram sua vida, além de indicar as narrativas mais comentadas do momento. A drag queen paulistana Gloria Groove, dona de músicas de sucesso como “Bumbum de Ouro”, “Arrasta” e o mais novo single, “Apaga a Luz”, lançado em setembro deste ano com participação do ator Taiguara Nazareth, conversou com o Uma Série de Coisas sobre produções televisivas.

Leia também:
No mês da música, relembre trilhas sonoras eternizadas nas séries de TV
Recapitulando “The Walking Dead”

Ainda em setembro, a artista esteve em terras recifenses para subir no palco da festa Carola. Gloria iniciou sua carreira em 2002, entrando como membro da Galera do Balão, uma releitura do Balão Mágico. Chegou a participar de quadros musicais como o “Jovens Talentos”, no Programa Raul Gil, na Band. Groove também atuou como dubladora em séries e animações como “Hannah Montana” e “Digimon Xros Wars”. Apenas dois anos atrás, em 2016, resolveu aprofundar-se como cantora, lançando a música "Dona". Atualmente, seus clipes ultrapassam milhões de visualizações no YouTube.

Confira o bate-papo do Uma Série de Coisas com Gloria Groove:

USDC: Uma série que marcou sua adolescência

GG:Glee”. Lembro que era uma sensação muito nova de se sentir representado em personagens como Kurt (Chris Colfer) e Blaine (Darren Criss). Além disso, foi ali que tive ainda mais contato com o mundo dos musicais, o que me deu vontade de começar a estudar.

USDC: Uma série que todo LGBT deveria assistir

GG:Pose”! Passa no FX e também é do Ryan Murphy (criador de “Glee”). A série se passa em Nova Iorque no final da década de 80, e retrata a cultura de salão que inspirou o documentário “Paris Is Burning” e o reality “RuPaul’s Drag Race”. Além de ter uma narrativa intensa, mostrando como a vida das personagens se cruza, seja pela dança, moda, ou até mesmo a epidemia da AIDS, a série é encabeçada por várias atrizes trans, que assumem papéis de destaque. Foi uma das melhores descobertas esse ano, sem dúvidas.

USDC: Uma série para assistir a dois

GG:Ela Quer Tudo” (She’s Gotta Have It). Inspirada num filme do Spike Lee de 1986, conta a história de uma mulher negra artista plástica chamada Nola Darling, que é apaixonada por três homens completamente diferentes. O jeito que ela administra as paixões é muito excêntrico, e você acaba torcendo pela Nola, fora que a trilha sonora desta série é um show à parte.

USDC: Uma série para maratonar com a pipoca do lado

GG:Black Mirror”. Toda vez que uma nova temporada vai ao ar, eu devoro os capítulos de uma vez só, doida pra ver qual tipo de paranóia o próximo episódio vai abordar. Há algo sobre as histórias que nos gera ao mesmo tempo medo e fascínio.

USDC: Uma série para fazer rir

GG:Samantha!” da Netflix. Além de ser uma produção brasileira, vale muito pelo tanto que ironiza as celebridades que eram famosas nos anos 80. Me diverti muito com o jeito que a Emanuelle Araújo construiu a protagonista, e admito que fiquei viciada na musiquinha dos Plimplom’s também.

USDC: Uma série para fazer chorar

GG:Orange Is The New Black”. Sou viciada desde a terceira temporada, e quando sento nunca consigo assistir só um. O passado das detentas e as relações delas tornam o enredo muito viciante. Vira e mexe eu caio nos prantos com alguma das – várias – reviravoltas.

USDC: Uma série que você gostaria de ver uma de suas músicas na trilha sonora.

GG: 3%”! Mais uma produção brasileira sensacional. Sou muito fã de séries futuristas, e adoraria ouvir alguma música minha como tema de algum personagem.

*Fernando começou a assistir a séries de TV e streaming em 2009 e nunca mais parou. Atualmente ele acompanha mais de 200 produções e já assistiu mais de 6 mil episódios. A série mais assistida - a favorita - é 'Grey's Anatomy', à qual ele reassiste com qualquer pessoa que esteja disposta a começar uma maratona. Facebook: Uma série de Coisas. Instagram: @umaseriedecoisas. Twitter: @seriedecoisas_ Blog: Uma Série de Coisas.

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: