Uma Série de Coisas

Fernando Martins

ver colunas anteriores
Atriz Maria Flor fará seu primeiro trabalho como diretora em setembro deste ano
Atriz Maria Flor fará seu primeiro trabalho como diretora em setembro deste anoFoto: Jorge Bispo/Divulgação

Nesta sexta-feira (8) é celebrado o Dia Internacional da Mulher. A data simboliza a defesa da igualdade de gênero, o combate à violência e o direito à saúde e condições justas de trabalho. Para ilustrar, a coluna Uma Série de Coisas desta semana conversou com a atriz Maria Flor sobre seus trabalhos e indicações de séries de TV.

Começando em “Malhação” com a personagem Regina, Flor deu início a sua carreira em 2003. Desde então, não parou mais. Fez grandes trabalhos em novelas, como “Cabocla” (2004), “Belíssima” (2005) e “Eterna Magia” (2007). No cinema, atuou em “Diabo a Quatro” (2004), “Cazuza – O Tempo Não Para” (2004) e “Quase Dois Irmãos” (2004), entre outros; Também foi a protagonista Aline na minissérie homônima da Rede Globo.

Leia também:
Confira a data de retorno das séries para o mês de março!
Oscar 2019: os indicados que brilharam em séries de TV

E não acaba por aí. Recentemente, Flor participou da segunda temporada de “3%”, primeira série brasileira com o selo Netflix. Ainda pelo streaming, emprestou sua voz para a série animada “Carmen Sandiego”, onde dubla a versão jovem da protagonista, conhecida nas décadas de oitenta e noventa pelo game “Where in the World is Carmen Sandiego?”, como a ladra mais famosa do mundo. O desenho foi renovado para a segunda temporada.

Para o USDC, Maria Flor contou como foi sua experiência na dublagem e diz que já conhecia o desenho original e adorava. “Foi muito divertido. Eu nunca tinha dublado desenho, apenas a mim mesma, nos filmes que fiz, por algum motivo técnico. Mas é muito divertido fazer e difícil também”, conta.

Quem curte o trabalho de Flor pode encontrá-la em cartaz com a peça “A Ponte”, em São Paulo, até o final de março, em seguida em Brasília e Rio de Janeiro. Se você não está nessas cidades e prefere um cineminha, o filme "Albatroz", com a atriz no elenco, estreou na última quinta-feira (07) nas redes Cinépolis e UCI Kinoplex, no Recife.

Em setembro deste ano, no Rio de Janeiro, Maria Flor estreará o stand-up de casal “Tudo que você sempre quis dizer sobre o casamento”, ao lado de seu marido Emanuel Aragão, com quem divide um canal no YouTube, o “Flor e Manu”. Está previsto, também para setembro, seu primeiro trabalho como diretora, no documentário "Filme Ensaio".

Confira as indicações de séries da atriz Maria Flor para o Uma Série de Coisas:

USDC: Uma série de animação tão nostálgica quanto Carmen Sandiego.

MF: São tantos desenhos, mas acho que He-man e She-ra.

USDC: Uma série para começar hoje, no Dia Internacional da Mulher.

MF: The Handmaid’s tale.

USDC: Uma série de que você gostaria de participar.

MF: Mad Men.

USDC: Uma série para ver a dois.

MF: Wanderlust.

USDC: Uma série sobre ensinamentos essenciais para a vida.

MF: Minha Vida de Cão.

USDC: Uma série boa para maratonar.

MF: Grey's Anatomy .

USDC: Uma série com protagonista feminina.

MF: The Handmaid’s tale.

*Fernando começou a assistir a séries de TV e streaming em 2009 e nunca mais parou. Atualmente ele acompanha mais de 200 produções e já assistiu mais de 6 mil episódios. A série mais assistida - a favorita - é 'Grey's Anatomy', à qual ele reassiste com qualquer pessoa que esteja disposta a começar uma maratona. Facebook: Uma série de Coisas. Instagram: @umaseriedecoisas. Twitter: @seriedecoisas_ Site: Uma Série de Coisas.

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: