Celular
CelularFoto: Divulgação/Agência Brasil

O Instituto NET Claro Embratel anunciou o lançamento da 7ª edição do Campus Mobile, programa que identifica jovens talentos universitários que atuam na geração de conteúdos e novos serviços para a telefonia móvel. As inscrições podem ser individuais ou em equipe com até três membros e estão abertas até quinta-feira (22), podendo ser realizadas no site www.institutonetclaroembratel.org.br/campus-mobile/, onde serão escolhidos 65 projetos.

Podem concorrer universitários que estejam matriculados em curso de graduação de qualquer instituição de ensino superior do Brasil e estudantes recém-formados nos anos de 2017 e 2018. Na edição deste ano, o Campus Mobile conta com categorias que vão impactar diretamente na rotina da população. A lista inclui educação, diversidade, smart cities e smart farm. As duas últimas devem buscar soluções para o desenvolvimento da vida urbana e da vida rural.

Segundo o gerente de responsabilidade social do Instituto, Flávio Rodrigues, a sétima edição do programa vai facilitar a criação de startups. O programa é dividido em cinco etapas: inscrição, seleção e divulgação das ideias e soluções, desenvolvimento dos projetos, finalização de protótipos e uma viagem de imersão no Vale do Silício, em São Francisco (EUA).

Segundo Rodrigues, além da viagem, os estudantes concorrem ao aporte financeiro que vai de R$ 1,8 mil a R$ 6 mil, por projeto. “Este ano estamos só com estudantes do ensino superior, de qualquer área de conhecimento, desde que esteja formado recentemente ou que esteja cursando ensino superior”, disse.

Funase Timbaúba
Funase TimbaúbaFoto: Reprodução/Internet

A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) publicou, na edição desta quinta-feira (15) do Diário Oficial do Estado (DOE), o edital de uma seleção pública simplificada com doze vagas para agentes socioeducativos. Os profissionais atuarão no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Timbaúba, situado na Mata Norte de Pernambuco. Ainda haverá 120 vagas para cadastro de reserva. As inscrições começam no próximo dia 26 de novembro e seguirão até 30 de dezembro de 2018. A previsão é de que a divulgação do resultado aconteça em 5 de fevereiro de 2019. 

Para participar, o candidato deverá pagar uma taxa de R$ 33,70 por meio de boleto bancário emitido no site do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib) – www.idib.org.br – banca organizadora da seleção. Quem se enquadrar nos casos de isenção informados no edital não precisará pagar a inscrição, mas deverá preencher um formulário específico, que também será disponibilizado no site.

As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet. A sede da Funase, situada na Avenida Conselheiro Rosa e Silva, 773, no bairro dos Aflitos, no Recife, terá um ponto físico com computador e internet para viabilizar a inscrição de candidatos que não dispuserem desses equipamentos em casa. No local, o Idib também tirará dúvidas sobre o certame.

Leia também:
Inscrições para seleção de estágio no DPU se encerram nesta quarta
Agência do Trabalho do Paulista e Grupo Trino com vagas de emprego abertas


Os selecionados terão salário de R$ 1.584,00 e escala de trabalho de 24 horas de serviço por 72 horas de descanso. Para concorrer, é necessário ter o ensino médio completo. A seleção será feita por meio da análise de experiência profissional e de títulos, sendo 100 a pontuação máxima.

Ficarão mais bem classificados os candidatos que possuírem o ensino superior completo em qualquer área do conhecimento, que tiverem feito cursos na área de Socioeducação e tiverem experiências profissionais anteriores em Centros de Referência de Assistência Social (Cras), Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) e abrigos, por exemplo.

Entre as funções dos agentes socioeducativos, estão a recepção dos socioeducandos nas unidades, a garantia da integridade física, psicológica e moral deles, o zelo pela disciplina e o acompanhamento e custódia dos adolescentes em consultas médicas, audiências e visitas domiciliares. Os contratos, que são temporários, terão validade de um ano, podendo ser prorrogados por iguais períodos até o máximo de seis anos, conforme necessidade da Funase. Do total de 12 vagas, uma será reservada para pessoa com deficiência.

Agência do Trabalho do Paulista e Grupo Trino disponibilizam vagas de emprego, nesta quarta (14)
Agência do Trabalho do Paulista e Grupo Trino disponibilizam vagas de emprego, nesta quarta (14)Foto: Reprodução/Internet

A Agência do Trabalho do Paulista – localizada na Praça Frederico Lundgren, s/n, no centro do município – está com vagas de emprego abertas nesta quarta-feira (14), para as funções de cortador de roupas, auxiliar de corte (preparação da confecção de roupas) e motorista de caminhão-guincho pesado com munk. Para concorrer, não é exigida escolaridade.

Já quem desejar concorrer a vagas para mecânico de gerador, professor de ciências naturais no Ensino Fundamental de 5º a 8º série, serralheiro, supervisor da confecção de artefatos de tecidos, couros e afins, precisam ter o Ensino Médio e Superior completo.

Para qualquer uma das vagas abertas o candidato precisa ter, pelo menos, seis meses de experiência na Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS). O salário para as vagas não foi informado.

para pessoas com deficiência, há vagas para vendedor interno. É necessário ter seis meses de experiência e Ensino Médio completo. E assim com as demais vagas, a remuneração não foi informada.

Os interessados em concorrer a uma das vagas devem se dirigir à Agência do Trabalho, que tem atendimento ao público de segunda a sexta, das 7h às 13h. As vagas  disponibilizadas ficam sujeitas a alterações no decorrer do dia. Outras informações podem ser obtidas através da Central de Vagas, no número 3183-7201.

Grupo Trino
A empresa, especializada em terceirização de serviços, está com vagas abertas para postos de trabalho na Região Metropolitana do Recife (RMR), para o período que vigora até a próxima sexta-feira (16).

Os interessados devem enviar currículo com o nome da vaga no assunto do e-mail para selecao@grupotrino.com.br ou realizar o cadastro no site www.grupotrino.com.br. Outras informações podem ser obtidas através do número 3243-8500.

Acompanhe as vagas do Grupo Trino, válidas até a sexta (16):

Recepcionista de Pátio - Salário R$ 1.050,38 + alimentação + vale transporte + R$ 100 de cesta básica no cartão alelo + plano de saúde. Residir na área de Jaboatão dos Guararapes.

Requisitos:
- Experiência com atendimento ao cliente interno e externo, entrada e saída de pessoas e veículos
- Ter conhecimento de informática
- Disponibilidade para deslocamento entre Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho

Analista de RH

Requisitos
- Formação superior em psicologia
- Vivência em RH, processos de desenvolvimento de pessoas, capacitações, recrutamento e seleção. Acompanhamento de indicadores de desempenho
- Disponibilidade para viagens - desejável condução própria

Técnico em Segurança do Trabalho

Requisitos
- Formação técnica completa
- Experiência com processos de auditoria, rotinas de segurança do trabalho, ministrar treinamentos em segurança do trabalho, NR 35. Condução de formação de CIPA, brigada de emergência
- Residência no Cabo de Santo Agostinho

Auxiliar de Limpeza/Serviços Gerais

Requisitos
- Residência no Cabo de Santo Agostinho
- Experiência com limpeza em geral

Oportunidade para pessoa com deficiência


- Vagas operacionais para atuar em logística, separação de mercadoria, expedição e recebimento

- Requisitos
Residência na Região do Cabo de Santo Agostinho

As inscrições para estágio de Direito na DPU seguem até às 23h59 desta quarta (13)
As inscrições para estágio de Direito na DPU seguem até às 23h59 desta quarta (13)Foto: Divulgação

Estudantes de Direito interessados em participar do processo seletivo para estágio na Defensoria Pública da União (DPU) devem se apressar para realizar a inscrição, que se encerra nesta quarta-feira (14), às 23h59. As provas, marcadas para o próximo dia 25, poderão ser feitas por graduandos a partir do 3º período, em cursos que adotam o regime semestral ou alunos do 2º ano, no caso dos que adotam o regime seriado.

O edital – publicado no site do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), mesmo local em que deve ser realizada a inscrição – prevê que os aprovados no certame, entrarão na formação de cadastro de reserva. A carga horária será de 20 horas semanais e o estudante receberá uma bolsa-auxílio no valor de R$800, além do auxílio-transporte. O estágio tem duração mínima de um semestre, podendo ser prorrogado por até dois anos.

Estão assegurados 10% das vagas para as pessoas com deficiência e 30% aos candidatos negros, na forma do Decreto 9.427/2018, além do direito de utilização do nome social no momento da inscrição às pessoas trans, travestis e transexuais, nos termos da Resolução n° 108/2015/CSDPU.

As provas, objetiva e discursiva, serão realizadas em uma única etapa com duração máxima de três horas. O local será divulgado no site do CIEE.

Veja o edital completo:



oftalmologista
oftalmologistaFoto: Foto/ Divulgação

Quando a referência profissional está dentro de casa, as chances de o jovem buscar a mesma trajetória são grandes e até justificáveis. O trabalho passado de geração para geração era até pouco tempo uma regra entre muitos estudantes preocupados com as escolhas do futuro e diretamente influenciados pelo exemplo construído na família. Segundo os aconselhadores de carreira, eis um contexto delicado e determinante para uma vida exitosa ou repleta de conflitos.

Quem está nessa sinuca de bico, de olho nas escolhas que batem a porta para o começo do próximo ano, a dica é se informar sobre todas as possibilidades disponíveis no mercado e não dar brecha para as imposições. É que, diferentemente do passado, hoje há mais acesso à informação e menos amarras para seguir as próprias vontades e identificar talentos. “Muitos pais desejam que seus filhos sigam determinada carreira, principalmente se for dentro de uma empresa ou de um negócio próprio. Por mais que isso seja apenas uma tendência, demanda uma série de fatores. Precisa envolver habilidade, vontade e paixão em fazer algo”, comenta o coach Allan Zeek, alertando a chance de alguém atender apenas as responsabilidades e expectativas de outras pessoas.

“Se levarmos em consideração que iremos trabalhar cerca de oito horas por dia, isso demandará aquele brilho no olho. É que estamos numa época em que se busca mais felicidade e não tarefas por obrigação. Por isso, muita gente troca de atividade querendo estar naquilo que faz bem”, completa o especialista. Para diminuir o estresse da escolha, as perguntas mais recomendadas a quem se vê encurralado numa decisão é pensar: “o que mais gosto de fazer?, ”quais são os meus talentos” e “como eu me vejo daqui a dez anos”. As perspectivas de futuro são as mais determinantes nesse processo. Afinal, nem sempre uma boa remuneração, que garante bens materiais, está relacionada à realização pessoal.

Quando pode dar certo
Por outro lado, não falta quem comemora preservar uma atividade que deu certo. Exemplo disso é a família Valença. O patriarca Tubal Valença foi o precursor da família no ramo da oftalmologia, iniciando a profissão ainda nos anos vinte do século passado. O filho, Durval Valença, sócio-fundador do Instituto de Olhos do Recife (IOR), manteve a tradição familiar, optando pela mesma atividade e hoje soma 55 anos de atuação.

“Quando papai faleceu, em 1983, ele já tinha mais de 50 anos de profissão. Ele foi um exemplo de vida e devoção pela medicina, o que me inspira até hoje a seguir trabalhando”, comenta o retinólogo Durval Valença. Quem vive essa experiência também garante que a troca de vivências enriquece os dois lados. Além de passarem para os filhos seus conhecimentos, os pais acabam também aprendendo com eles novas tecnologias de suas funções. “Tenho quatro filhos oftalmologistas, Durval Filho, Adriana, Marcelo e Luciana, com quem faço questão de me atualizar sempre, em congressos e eventos ligados ao nosso ramo. Somos inseparáveis não só como família, mas também como colegas da mesma área”, revela Valença.

As provas da Seleção para profissionais de saúde do Recife serão aplicadas neste domingo (9)
As provas da Seleção para profissionais de saúde do Recife serão aplicadas neste domingo (9)Foto: Reprodução/Pixabay

O processo seletivo é direcionado para estudantes do curso de Direito, para formação de cadastro reserva na Defensoria Pública da União (DPU) no Recife. Podem participar os alunos de Direito que estão inscritos a partir do 3º período, para cursos que adotam o regime semestral, ou do 2º ano, para cursos que adotam o regime seriado, na data da assinatura do termo de compromisso de estágio.

O certame visará à formação de cadastro de reserva para preenchimento das vagas, no turno da manhã e da tarde, que vierem a surgir durante o seu prazo de validade. Estão assegurados 10% das vagas para as pessoas com deficiência e 30% aos candidatos negros, na forma do Decreto 9.427/2018. Como ocorreu no certame anterior, esse ano também fica garantido às pessoas trans, travestis e transexuais o direito de utilização do nome social no momento da inscrição, nos termos da Resolução n° 108/2015/CSDPU.

A inscrição será efetuada exclusivamente pelo site do CIEE, por meio de formulário eletrônico. As provas, objetiva e discursiva, serão realizadas no dia 25 de novembro, às 9h, em local a ser divulgado no site do CIEE. A prova será realizada em uma única etapa com duração máxima de três horas.

O estágio tem duração mínima de um semestre, podendo ser prorrogado por até dois anos. A carga horária é de 20 horas semanais e o estudante receberá uma bolsa-auxílio de estágio no valor de R$800,00 (oitocentos reais), além do auxílio-transporte.

Carteira de trabalho
Carteira de trabalhoFoto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Feira de Empregabilidade, disponibilizada pelo Grau Técnico oferece oportunidade para se atualizar profissionalmente. Nesta quarta-feira, das 8h às 20h, a unidade de Abreu e Lima oferece serviços gratuitos, como a melhor maneira de elaborar um currículo atrativo; o melhor modo de se preparar para uma entrevista de emprego; e informações sobre a conjuntura atual do mercado.

Além do direcionamento profissional, a feira ainda conta com testes de glicose e de pressão arterial para todos os participantes. O evento é aberto ao público geral até as 17h e o interessado precisa apenas se direcionar para a unidade de Abreu e Lima, que fica na Avenida Duque de Caxias, 78/80, Centro. 

Leia também: 
Evento promove capacitação gratuita para microempreendedores
Esteja pronto para voltar ao mercado de trabalho 

A Feira de Empregabilidade promovida pelo Grau Técnico já foi realizada em Campina Grande (PB), Petrolina (PE), Aracaju, Maceió, Natal, Taguatinga (DF), Recife, Belo Horizonte, Salvador e Caruaru (PE) e está chegando agora em Abreu e Lima (PE). Em breve contemplará outros municípios do País. Para mais informações sobre a feira, entre em contato com o (81) 3542-2444 e 0800-880-1812. WhatsApp: (81) 98199-3821. 

Celpe
CelpeFoto: Arthur de Souza/arquivo folha

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) abriu, nesta segunda-feira (5), inscrições para o programa de estágio de 2019. São 18 vagas para o Recife, Carpina, na Zona da Mata Norte, e em Serra Talhada, no Sertão do Estado. Os interessados podem se inscrever até o dia 5 de dezembro no site da Celpe.

Leia também:
Japão abre as portas a estrangeiros


Podem participar do processo seletivo estudantes de todos os cursos superiores, especialmente os de administração; ciências contábeis e da computação; sistemas de informação; análise e desenvolvimento de sistemas e correlatos; comunicação social: propaganda, marketing, jornalismo, publicidade, relações públicas e correlatos; economia; direito; matemática; estatística; e todas as engenharias.

Para se inscrever, é necessário estar cursando o antepenúltimo, penúltimo ou último ano da graduação em 2019 e ter disponibilidade de 20 ou 30 horas semanais, com o máximo de seis horas por dia de estágio. Os selecionados terão direito a bolsa-auxílio e benefícios e tem previsão para contratação em fevereiro de 2019.

Primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe
Primeiro-ministro japonês, Shinzo AbeFoto: Jiji Press/AFP

O governo japonês validou nesta sexta (2) um projeto de lei que autoriza a entrada de mais trabalhadores estrangeiros no país, uma decisão controversa que pretende combater parcialmente a escassez de mão de obra. O programa inédito permitiria a entrada de trabalhadores menos qualificados em setores como alimentação, construção e atendimento de pessoas, que sofrem com a falta de funcionários.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, quer a entrada em vigor do novo dispositivo em 2019. O governo prevê a criação de um novo tipo de visto que permitirá o acesso ao país dos imigrantes com menos qualificações que as exigidas habitualmente. O documento autorizaria o trabalho durante cinco anos.

Existirão duas subcategorias e as pessoas que cumprirem as condições mais exigentes (em termos de competência profissional e conhecimento do idioma japonês) poderão solicitar a reunificação familiar e obter um visto permanente. A política imigratória do país "não muda", insistiu Abe, que deseja tranquilizar a população, que teme uma entrada em massa de estrangeiros em um país bastante fechado. O Japão só aceitará trabalhadores estrangeiros que tenham "competências particulares e possam trabalhar imediatamente para responder à importante falta de mão de obra e unicamente nos setores que realmente necessitam", disse.

A plataforma de ensino à distância Escola do Trabalhador, foi institucionalizada pelo Ministério do Trabalho
A plataforma de ensino à distância Escola do Trabalhador, foi institucionalizada pelo Ministério do TrabalhoFoto: reprodução/vídeo

A Escola do Trabalhador – plataforma digital de ensino a distância - foi institucionalizada pelo Ministério do Trabalho, em portaria publicada esta semana no Diário Oficial da União (DOU). A partir de agora fica estabelecido que a Escola deve ser gerida de forma articulada entre os entes públicos e privados que trabalham com qualificação profissional.

O projeto também ganhará espaços dentro das Superintendências Regionais do Trabalho e das Agências do Sine no Brasil, com o intuito de facilitar aos trabalhadores acesso aos cursos on-line da Escola, por meio de computadores disponibilizados nos locais.

Escola do Trabalhador
A plataforma de ensino a distância já alcançou mais de 550 mil matrículas e ultrapassou o número de 380 mil alunos inscritos, matriculados em um ou mais cursos disponíveis. Atualmente são oferecidos 25 cursos, divididos em 12 eixos temáticos, focados nas demandas do mercado de trabalho brasileiro.

Os cursos são gratuitos e podem ser acessados de qualquer computador do Brasil no endereço http://escoladotrabalhador.gov.br.

comece o dia bem informado: