Foram encontrados 7 resultados para "Maio 2018":

Campus do IFPE
Campus do IFPEFoto: Jedson Nobre/Arquivo Folha de Pernambuco

O Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) e o Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) devem convocar 49 novos profissionais do cadastro reserva de concursos anteriores vigentes até o fim deste ano. Esses concursados devem ser chamados para preencher as vagas autorizadas pelo Ministério da Educação (MEC) em portaria divulgada nessa quarta (16) no Diário Oficial da União.

Na portaria, o MEC autorizou a contratação de 40 professores e 9 técnicos administrativos em educação para o IFPE e o IF Sertão-PE. Porém, segundo a assessoria de comunicação do instituto, não deve ter tempo hábil para realizar nova seleção por causa do calendário eleitoral, que limita a data de realização de certame no ano do pleito - em 2018, pode ser feito até 6 de julho.

Em todo o Brasil, as contratações atenderão 32 institutos federais, dois centros federais de educação tecnológica e o Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro. No total, serão contratados 1.205 profissionais em todo o país, sendo 810 professores e 395 técnicos administrativos em educação.

Leia também:
IFPE abre seleção para professor substituto com salário de até R$ 5,7 mil
Vestibular 2018.2 do IFPE ofertará 2.585 vagas


O MEC informou, por meio de nota, que as novas contratações fazem parte do processo de expansão da Rede Federal e que, a cada ano, os institutos pedem novas contratações por ampliar a quantidade de matrículas ou necessitar de mais professores para alguns cursos.

Para receber novas vagas, os institutos precisam atender a alguns critérios, como o aumento no número de matrículas de um ano para outro, a possibilidade de aposentadoria e também a relação aluno-professor.

IFPE Pesqueira
IFPE PesqueiraFoto: Reprodução/Internet

Os campi de Barreiros, Garanhuns e Pesqueira do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) estão com vagas abertas para professor substituto. No total, são oferecidas 17 vagas distribuídas entres as três cidades. Os salários podem variar de R$ 3.121,76 a R$ 5.742,14, dependendo da titulação do docente.

Cada campus conta com um edital específico. Todos os editais podem ser consultados no site do IFPE.

Leia também:
Funase anuncia concurso com oito vagas e salário de R$ 3,4 mil
UFPE abre processo seletivo com 50 vagas para professor substituto


No IFPE Barreiros, as vagas são destinadas para profissionais com formação em Licenciatura em Química, Licenciatura em Sociologia e Licenciatura em Letras com habilitação em Inglês e/ou Espanhol. A seleção será feita por meio de análise de títulos. Os interessados podem se inscrever no período de 21 a 30 de maio na Coordenação de Gestão de Pessoas (CGPE) do campus. O horário de atendimento é das 8h às 11h e das 14h às 17h. O valor da taxa de inscrição é de R$ 55.

Em Garanhuns, a seleção será para as áreas de Administração, Engenharia Mecânica, Engenharia Civil, Licenciatura em Matemática, Engenharia Florestal, Engenharia Ambiental, Tecnologia em Gestão Ambiental, Química Industrial, Engenharia Química, Ciências Biológicas, Farmácia, Biomedicina, Ciência ou Engenharia da Computação, Sistema de Informação, Processamento de Dados, Rede de Computadores, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Sistemas para Internet, Análise e Desenvolvimento de Software, Engenharia de Software, Licenciatura em Informática, Gestão em Tecnologia da Informação ou Licenciatura em Computação. As inscrições custam R$ 70 e devem ser feitas na Diretoria de Ensino do Campus Garanhuns até 11 de maio. A seleção será feita por meio de análise de títulos e prova de conhecimentos práticos específicos.

No Campus Pesqueira, a seleção é para profissionais das áreas de Física, Enfermagem, Matemática, Engenharia Eletrônica, Eletrotécnica ou Elétrica. As inscrições devem ser feitas presencialmente até o dia 20 de maio e custam R$ 70. A seleção é dividida em duas etapas: análise de títulos e prova.

Funase de Abreu e Lima
Funase de Abreu e LimaFoto: Rafael Furtado/Arquivo Folha

A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) vai abrir um concurso para o cargo de Analista em Gestão Socioeducativa, com o salário inicial de R$ 3,4 mil. Ao todo, serão oferecidas 8 vagas para o nível superior, sendo 4 para psicólogos, 2 para pedagogos e 2 para assistentes sociais.

Os aprovados suprirão os quadros funcionais no novo Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Cabo II, com abertura prevista para o fim do primeiro semestre. Além das oito vagas, será formado um cadastro-reserva para outras duas unidades ainda em construção, os Cases Jaboatão II e Recife.

As atribuições dos analistas consistem em realizar o atendimento individual de internos e familiares, planejamento de atividades pedagógicas e viabilização do regresso, inserção e permanência dos jovens na escolarização. A carga horária será de 40 horas semanais. Entre as oito vagas, três serão para pessoas com deficiência, sendo uma para cada uma das formações (pedagogia, psicologia e assistência social).

O Aviso de Chamamento Público 03/2018 foi publicado pela Funase no Diário Oficial do Estado (DOE) nesta terça-feira (8), e tem como objetivo contratar a empresa responsável pelo concurso. A seleção será feita por meio de uma prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório. A data de aplicação será divulgada até 60 dias após a publicação do edital, que depende da contratação da empresa responsável.

Campus Recife da Universidade Federal de Pernambuco
Campus Recife da Universidade Federal de PernambucoFoto: Arquivo

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) abriu inscrições para o processo de seleção de professor substituto para exercício nos campi Recife, Agreste (Caruaru) e Vitória. Serão 50 vagas com salário que varia de R$ 2.236,60 a R$ 5.742,14. Os interessados podem se inscrever até o dia 14 deste mês.

Para participar, é necessário se candidatar presencialmente nas secretarias dos departamentos/núcleos que oferecem as vagas, nos dias e horários indicados no edital da seleção, disponibilizado no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas e Qualidade de Vida (Progepe). A taxa de inscrição custa R$ 150, e o pagamento deve ser efetuado exclusivamente por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU), disponível também no site da Progepe.

Leia também:
IFPE oferece vagas de estágio em Vitória de Santo Antão


Na inscrição, é necessário apresentar o requerimento disponível no site da Progepe; cópia do diploma de curso de graduação e/ou pós-graduação, quando exigido, emitido por instituição reconhecida pelo MEC; cópias de comprovante oficial de identidade e CPF e, em se tratando de procurador, do candidato e do procurador; cópia do passaporte, caso seja estrangeiro; cópia do comprovante de pagamento da taxa de inscrição; e currículo comprovado e numerado, constando experiência acadêmica e/ou profissional.

Vagas
No Campus Recife, são 42 vagas distribuídas em seis centros: dez vagas para o Centro de Artes e Comunicação (CAC), dez para o Centro de Educação (CE), uma para o Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH), 11 vagas para o Centro de Ciências da Saúde (CCS), quatro para o Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) e seis vagas para o Centro de Tecnologia de Geociências (CTG).

No Centro Acadêmico do Agreste (CAA), são ofertadas cinco vagas: uma para o Núcleo de Ciências da Vida, duas vagas para o Núcleo de Gestão e mais duas para o Núcleo de Tecnologia.

Para o Centro Acadêmico de Vitória (CAV), serão três vagas, uma para cada núcleo: Biologia, Educação Física e Enfermagem.

Seleção
A seleção constará de prova escrita e/ou prova didática e/ou prática e prova de títulos. O cronograma do processo seletivo simplificado estará disponível para os candidatos na secretaria do departamento/núcleo que oferece a vaga. A validade do processo seletivo simplificado será de um ano, contado a partir da data da publicação da homologação do resultado no Diário Oficial da União (DOU).

A vigência do contrato como professor substituto é de até 12 meses, a critério da administração, que poderá prorrogá-lo por sucessivos períodos, desde que a contratação não ultrapasse 24 meses. O regime de trabalho é de 20 e 40 horas.

Prefeitura do Paulista vai retirar exigência de solicitação de exames
Prefeitura do Paulista vai retirar exigência de solicitação de examesFoto: Divulgação

Após a denúncia de que a Prefeitura do Paulista, na Região Metropolitana do Recife, exigia, em edital para concurso público, a solicitação de exames HIV, soropositivo para Hepatite B e C e VDRL (teste para identificação de pacientes com Sífilis), a administração municipal garantiu, nesta sexta-feira (4), que a medida será desconsiderada.

Por meio de nota, a Prefeitura do Paulista informou que será elaborada uma errata. "O anexo VII do edital do concurso público do município, que trata sobre os exames admissionais, será excluído através de uma errata que está sendo elaborada para retificação pela comissão organizadora do certame", diz trecho da nota.

Leia também
Exigência de exame de HIV em concurso da Prefeitura do Paulista é denunciada

 
A exigência dos exames era direcionada aos cargos de médico, enfermeiro, técnico em enfermagem e cirurgião dentista. O candidato que fosse portador de uma das doenças poderia ser considerado inapto e eliminado do processo seletivo. A prática é considerada discriminatória pela Constituição Federal. A medida foi denunciada, no site do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), na noite da última quinta-feira (3), pela advogada da Gestos – Soropositividade, Comunicação e Gênero, Kariana Guérios. 

"É proibido qualquer exame de caráter obrigatório. Os exames são voluntários e as pessoas precisam querer fazer. Eles pedem isso para discriminar e eliminar o candidato. É preconceituoso", disparou a advogada. Ainda segundo Kariana, a exigência desses exames confirma a dificuldade de uma pessoa que vive com HIV, por exemplo, enfrenta para ingressar no serviço público. "Vários concursos pedem esse exame ilegalmente. Isso gera preconceito e complicações para a pessoa acessar o direito que tem, que é de fazer um concurso e ser um servidor público. O direto ao trabalho é previsto em Constituição Federal", afirmou a advogada. O edital que oferece mais de 400 vagas e salários de até R$ 4,7 mil foi lançado no último dia 27.

Constituição
Segundo o Ministério da Saúde, a testagem compulsória de HIV em concursos públicos é uma medida que fere a Constituição Federal (artigo 7º), que veta qualquer discriminação no critério de seleção do trabalhador. A portaria interministerial nº 892, de 1992, também diz claramente que ninguém é forçado a fazer o exame. As prerrogativas também estão previstas na Declaração Universal de Direitos Humanos e em resolução do Conselho Federal de Medicina.

Ambev
AmbevFoto: Divulgação/Ambev

A Cervejaria Ambev abriu processo de seleção para o programa de estágio e trainee de 2018. As inscrições para se candidatar a uma vaga de estágio podem ser feitas até o dia 6 de maio. Já os candidatos que têm interesse no programa de trainee podem se inscrever até o dia 11.

O programa de Trainee Supply de 2018 da Ambev conta com um treinamento com duração de 10 meses pelas diferentes áreas que compõem o processo produtivo da cerveja, incluindo corporativo e vendas. No período de treinamento, os jovens transitam por diferentes áreas de produção da cerveja acompanhados por executivos de cada setor. As posições têm um salário inicial de R$6.100, e as inscrições podem ser feitas pelo site.

Para se inscrever no programa, é necessário ter formação acadêmica concluída entre julho de 2016 e julho de 2018, inglês fluente e interesse em morar em qualquer estado. O programa é aberto a todas as áreas de formação, mas possui foco em jovens profissionais dos cursos de engenharia, química, farmácia, agronomia, biologia, ciências da alimentação, biotecnologia e cursos correlatos.

As etapas do processo de seleção serão realizadas até julho e incluem testes online de inglês, perfil e raciocínio lógico, seguidos pela apresentação de uma análise de case, também online. A seguir, começam as etapas presenciais, com entrevistas feitas em todo o País. Quando aprovados, os candidatos passam pela realização de um painel de negócios, para o qual precisam desenvolver um case em equipe. As últimas entrevistas acontecem com os vice-presidentes e o presidente da Cervejaria Ambev. No encerramento do processo, em agosto, os selecionados para o Programa de Trainee Supply serão admitidos como funcionários.

Estágio
As vagas de estágio são para todo o país em todas as áreas da cervejaria, com duração de até dois anos. Podem participar estudantes de todos os cursos universitários, de qualquer instituição de ensino, com previsão de conclusão até o primeiro semestre de 2020. Os interessados podem se candidatar pelo site da Ambev.

Após a inscrição, os currículos serão avaliados, e os candidatos pré-selecionados serão encaminhados para testes. Os aprovados serão chamados para dinâmica e entrevistas presenciais. Ao longo deste processo, os futuros estagiários são direcionados à área de atuação que for mais compatível com seu perfil e/ou interesse. Entre os benefícios oferecidos aos selecionados estão bolsa-auxílio, refeição, vale-transporte e possibilidade de efetivação.

Em Pernambuco, a Ambev conta com uma cervejaria em Itapissuma, na Região Metropolitana do Recife, e Centro de Distribuição (CDD) em Olinda e Caruaru, no Agreste.

Concurso
ConcursoFoto: Pixabay


As pessoas que convivem com doenças infectocontagiosas ainda enfrentam resistência nas empresas privadas e até no setor público. O atual edital do concurso para a Prefeitura do Paulista, na Região Metropolitana do Recife, que foi lançado no último dia 27 e oferece mais de 400 vagas com salários de até R$ 4,7 mil, exige a realização de exames HIV, soropositivo para Hepatite B e C e VDRL (teste para identificação de pacientes com sífilis) para os cargos de médico, enfermeiro, técnico em enfermagem e cirurgião dentista. A prática é considerada discriminatória pela Constituição Federal.

Exames são exigidos


O candidato que for portador de uma das doenças pode ser considerado inapto e será eliminado do processo seletivo conforme o edital. Veja: 8.5 A posse dos candidatos classificados será precedida de realização dos exames médicos adminissionais, de caráter eliminatório, destinados à avaliação da condição de saúde física e mental do profissional, com os devidos exames relacionados ao Anexo VII. 8.6 Só poderá ser nomeado o candidato que for julgado apto física e mentalmente para o exercício do emprego, mediante inspeção médica admissional.

Entidades sociais que trabalham com direitos de pessoas soropositivas lamentam que situações iguais a essa ainda ocorram. "É proibido qualquer exame de caráter obrigatório. Os exames são voluntários e as pessoas precisam querer fazer. Eles pedem isso para discriminar e eliminar o candidato. É preconceituoso", disparou a advogada da Gestos – Soropositividade, Comunicação e Gênero, Kariana Guérios. 

"Isso demonstra a dificuldade da pessoa que vive com HIV ou que tem qualquer patologia infectocontagiosa, como Hepatatite C, tem de ingressar no serviço público. Vários concursos pedem esse exame ilegalmente. Isso gera preconceito e complicações para a pessoa acessar o direito que tem, que é de fazer um concurso e ser um servidor público. O direto ao trabalho é previsto em Constituição Federal", afirmou a advogada.

Kariana Guérios, representando a Gestos, formalizou a denúncia, no início da noite desta quinta-feira (3), no site do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), que deve se posicionar após o recebimento da queixa. Procurada pela reportagem, a Prefeitura do Paulista informou, por meio de nota, que "a comissão organizadora do concurso público já está analisando a questão levantada pelos candidatos em relação a exigência de exames admissionais específicos para alguns cargos na área da saúde. O grupo de trabalho já entrou em contato com a banca organizadora para avaliar de forma conjunta e definir quais medidas serão adotadas a partir de agora".

Constituição
Segundo o Ministério da Saúde, a testagem compulsória de HIV em concursos públicos é uma medida que fere a Constituição Federal (artigo 7º), que veta qualquer discriminação no critério de seleção do trabalhador. A portaria interministerial nº 892, de 1992, também diz claramente que ninguém é forçado a fazer o exame. As prerrogativas também estão previstas na Declaração Universal de Direitos Humanos e em resolução do Conselho Federal de Medicina. 

 

comece o dia bem informado: