Foi encontrado 1 resultado para "Julho 2018":

Funase de Abreu e Lima
Funase de Abreu e LimaFoto: Rafael Furtado/Arquivo Folha

Para cobrir o déficit de agentes socioeducativos em suas unidades em todo o Estado, a Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) abriu, nesta quinta-feira (5), uma seleção pública simplificada para a contratação de 496 profissionais temporários, com contrato de um ano, que poderão ser prorrogados por no máximo seis anos. Atualmente, 1.289 agentes pertencem ao quadro da instituição, que atende 1.377 socioeducandos. O salário é de R$ 1.584 e a taxa de inscrição para a seleção - organizada pelo Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib) e disponível até 5 de agosto - custa R$ 31,90. O edital foi divulgado na edição desta quinta do Diário Oficial do Estado e no site da Idib.

O lançamento da seleção ocorre quatro dias após um motim de internos na unidade do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife. No domingo (1º), 56 menores fugiram do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) por um buraco na parede. Uma das medidas anunciadas pelo Governo do Estado para tentar evitar novas fugas foi esta seleção dos novos agentes.

Leia também:
Funase do Cabo de Santo Agostinho enfrenta motim e fuga
Funase: 30 internos são recapturados após motim e fuga de 56 no Cabo


A escala dos selecionados será no esquema 24 horas de trabalho por 72 horas de descanso. Das 496 vagas, 25 serão reservadas para pessoas com deficiências, o equivalente a 5% do total. O edital prevê ainda a formação de um cadastro de reserva com 1488 selecionados.

Para concorrer na seleção, os candidatos devem ter, pelo menos, o Ensino Médio completo. A escolha acontecerá por análise de experiência profissional e títulos, com 100 como a pontuação máxima. Os candidatos com Ensino Superior completo em qualquer área do conhecimento, que tiverem feito cursos na área de Socioeducação e tiverem experiências profissionais anteriores nas áreas de Adolescência e Juventude e de Educação Social, com trabalhos em Centros de Referência de Assistência Social (Cras), Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) e abrigos ficarão mais bem classificados.

Entre as funções que competem aos agentes socioeducativos, estão a recepção dos socioeducandos nas unidades, a garantia da integridade física, psicológica e moral deles, o zelo pela disciplina e o acompanhamento e custódia dos adolescentes em consultas médicas, audiências e visitas domiciliares. O edital da seleção está disponível no site da Idib. O resultado final será divulgado em 6 de setembro, de acordo com o edital.

comece o dia bem informado: