Ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho, em coletiva sobre privatização da Eletrobras
Ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho, em coletiva sobre privatização da EletrobrasFoto: Agência Brasil

O ministro de Minas Energia, Fernando Coelho Filho, afirmou nesta terça-feira (12) que o governo trabalha para concluir o processo de privatização da Eletrobras até o primeiro trimestre de 2018. Ele disse que a modelagem da venda deve ser anunciada ainda neste mês.

A proposta, afirmou o ministro, é reduzir a fatia do governo dos atuais 63% (considerando as ações que pertencem ao BNDES) para "algo abaixo de 50%". Isso ocorrerá por meio de uma oferta de novas ações da empresa ao mercado, diluindo a participação do controlador.

Leia também:
Venda da Eletrobras é confirmada
Ministro defende privatização da Eletrobras em carta a parlamentares

Os recursos arrecadados com a venda das ações serão usados pela estatal para alterar o regime comercial de hidrelétricas que passaram a operar sob regime de cotas a partir de 2013, com o pagamento de uma espécie de bônus ao governo. Coelho Filho disse que ainda não estão definidas quais usinas serão incluídas no processo. A Eletrobras diz que tem 14 hidrelétricas elegíveis para a mudança.

O ministro afirmou que, caso o aumento de capital não seja suficiente para reduzir a participação da União a menos do que 50% do capital, o governo poderá vender parte de suas ações. E adiantou que uma das propostas em estudo é direcionar parte da receita das hidrelétricas no Nordeste para a revitalização do rio São Francisco.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: