Armazém da Criatividade, em Caruaru
Armazém da Criatividade, em CaruaruFoto: Divulgação

Escolhida para receber a primeira unidade do Porto Digital fora do Recife, Caruaru tem mostrado que está pronta para fomentar a economia digital. Prova disso é que, no Armazém da Criatividade instalado pelo parque de tecnologia no meio das lojas e fábricas de roupas do Polo de Confecções, já nasceram 26 startups nos últimos três anos. O resultado é tão satisfatório que vai viabilizar a instalação de um programa de aceleração de empresas na cidade.

Leia também:
Em Caruaru, startup desenvolve confecções
[Fotos] Polo do Agreste se rende à inovação
Porto Digital vai participar da restauração do Liceu


“Como o Armazém está completando três anos de atividades com 28 empreendimentos incubados e centenas de pessoas capacitadas pelo Mind The Bizz (programa de empreendedorismo do Porto Digital), já podemos selecionar algumas empresas de maior potencial e buscar potenciais investidores-anjos para iniciar um programa de aceleração”, anunciou o presidente do Porto Digital, Francisco Saboya, após o evento de comemoração dos três anos do Armazém da Criatividade, nessa quarta-feira (10).

Saboya contou que a primeira turma de aceleração de Caruaru está sendo desenhada pelo Porto Digital. Por isso, pode até ter a chamada lançada neste ano, mas só vai começar a funcionar no próximo ano. “Além de selecionar as empresas já graduadas pela incubadora que estão aptas para o programa, queremos articular uma rede de investidores-anjos na cidade. Por isso, vamos precisar dar um mergulho nas empresas locais para gerar uma conexão com o mercado e sensibilizar os potenciais investidores”, explicou Saboya, dizendo que os negócios fluem melhor quando os investidores estão próximos das startups.

“Além disso, o ecossistema ganha mais relevância quando é enxergado pelos investidores”, disse o presidente do Porto Digital, pontuando que receber um programa de aceleração é algo que legitima o crescimento dos negócios do Armazém da Criatividade. É que esta etapa do processo de formação dos negócios de tecnologia vem depois da incubação e, por isso, não recebe empreendedores que estão no estágio inicial do seu negócio, mas empresas já estruturadas que têm potencial para crescer. Isto é, a iniciativa mostra que Caruaru já têm potenciais empresas de tecnologia no meio das lojas de confecções.

O balanço de três anos do Armazém da Criatividade, divulgado nessa quarta, ainda mostra que não são poucas as empresas de tecnologia criadas na cidade. Segundo o Porto Digital, 26 startups já foram incubadas, 29 se instalaram e 131 usaram os laboratórios do empreendimento, que também já recebeu 285 pessoas no seu espaço de coworking. “O Armazém tem esse papel de ser um hub de articulação e criação do ecossistema de empreendedorismo de Caruaru”, avaliou Saboya.

Conexão
Além do apoio técnico do Porto Digital, todas essas empresas podem desfrutar de internet de alta velocidade. É que, como prometido há um ano, no aniversário de dois anos do empreendimento, o Armazém da Criatividade foi conectado à Rede Pernambucana de Pesquisa e Educação (Repepe) - rede de fibra óptica estadual que oferece uma conexão de 10 giga para institutos de pesquisa e educação e chegou a Caruaru no mês passado.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: