Oficina de Lettering e lambe-lambe: aprenda a se expressar desenhando um cartaz em lettering e fazendo sua própria intervenção urbana
Oficina de Lettering e lambe-lambe: aprenda a se expressar desenhando um cartaz em lettering e fazendo sua própria intervenção urbanaFoto: Thiago Britto/Folha de Pernambuco

Em seu segundo dia de programação, o Rec’n’Play - festival gratuito de experiências digitais - voltou a receber, na tarde desta quinta-feira (8), reclamações de parte do publico participante. De acordo com a estudante de comunicação, Marcela Cavalcanti, de 20 anos, o evento, desde quarta-feira, não dispõe de estrutura necessária. “Estou revoltada porque hoje [esta quinta] me inscrevi para a oficina lettering e lambe lambe e que estou tendo aqui é uma palestra. No momento da inscrição eu achei que a atividade seria incrível, mas o evento não está oferecendo a estrutura que prometeu. Estou me sentindo enganada, iludida”, reclamou.

Leia também
Rec’n’Play volta a receber críticas em seu segundo dia de programação
Empreendendo em Realidade Virtual, no Rec’n’play


De acordo com os inscritos na oficina, a artista curitibana de lettering, Cyla Costa, precisou improvisar as atividades previstas para que os participantes tivesse não perdessem totalmente a tarde. “É um absurdo isso porque nem a condutora da oficina sabia da estrutura. É uma falta de respeito com ela e com a gente porque ela veio do Sul especialmente para realizar esta atividade e não encontrou nada do que tinha planejado. Eles nos colocaram em um sala minúscula e encheram de gente. Não temos mesa e nem material”, comentou a estudante de Design, Deborah Oliveira, de 19 anos, relatando que no momento da inscrição foi informada que o evento disponibilizaria todos os recursos para a oficina.

A estudante, que participa do evento pelo segundo ano, contou ainda que esta não foi a primeira vez que teve problemas. “Eu participei desde o ano passado e parece que o evento só faz piorar. O Rec’n’Play começou ontem [esta quarta] e eu ja tive inumeros problemas. Hoje [esta quinta] pela manhã me inscrevi em outra oficina no Porto Mídia, mas não pude participar por que quando cheguei fui informada que a sala já estava com a capacidade máxima de pessoas e que eu teria que procurar outra atividade. Como assim? Eu me inscrevi e outras pessoas sem inscrição prévia passaram na minha frente. Estou muito frustada”, disse Deborah.

Procurado pelo Portal Folhape, o evento lamentou o ocorrido e informou, por nota, que a Oficina de Lettering e Lambe Lambe, após as reclamações, foi transferida para outra sala com materiais gratuitos, como prometia o evento.

Confira a nota na íntegra:

“Em virtude da alta procura pela oficina "Lettering e lambe-lambe: aprenda a se expressar desenhando um cartaz em lettering e fazendo sua própria intervenção urbana", o REC'n'Play adaptou o modo como a atividade foi realizada. Os participantes da atividade foram realocados para outro local - na galeria do Apolo 235 - e, além disso, o REC'n'Play providenciou mais material para ser utilizado gratuitamente durante a oficina. Após as soluções oferecidas pelo festival, a atividade foi realizada sem mais intercorrências. A organização do festival pede desculpas por eventuais dificuldades causadas aos participantes e agradece o apoio e interesse de todos nas atividades do REC'n'Play

Oficina de Lettering e lambe-lambe: aprenda a se expressar desenhando um cartaz em lettering e fazendo sua própria intervenção urbana
Oficina de Lettering e lambe-lambe: aprenda a se expressar desenhando um cartaz em lettering e fazendo sua própria intervenção urbanaFoto: Thiago Britto/Folha de Pernambuco
Oficina de Lettering e lambe-lambe: aprenda a se expressar desenhando um cartaz em lettering e fazendo sua própria intervenção urbana
Oficina de Lettering e lambe-lambe: aprenda a se expressar desenhando um cartaz em lettering e fazendo sua própria intervenção urbanaFoto: Thiago Britto/Folha de Pernambuco
Oficina de Lettering e lambe-lambe: aprenda a se expressar desenhando um cartaz em lettering e fazendo sua própria intervenção urbana
Oficina de Lettering e lambe-lambe: aprenda a se expressar desenhando um cartaz em lettering e fazendo sua própria intervenção urbanaFoto: Thiago Britto/Folha de Pernambuco
Oficina de Lettering e lambe-lambe: aprenda a se expressar desenhando um cartaz em lettering e fazendo sua própria intervenção urbana
Oficina de Lettering e lambe-lambe: aprenda a se expressar desenhando um cartaz em lettering e fazendo sua própria intervenção urbanaFoto: Thiago Britto/Folha de Pernambuco

veja também

comentários

comece o dia bem informado: