Vamos Viajar

Priscilla Aguiar

ver colunas anteriores
A Garota Dinamarquesa é uma ficção baseada na história de Lili Ilse Elbe
A Garota Dinamarquesa é uma ficção baseada na história de Lili Ilse ElbeFoto: Divulgação

Um sopro fresco de felicidade. Foi o que senti ao pisar pela primeira vez em Copenhagen, na Dinamarca, em junho deste ano. A minha ida até lá aconteceu quase por acaso. Mas hoje acredito que a eventualidade que me levou para aquela cidade tem mais a ver com o que chamam de destino. Era exatamente onde eu deveria estar naquele momento.

Como alguns sabem, mudei todo o roteiro das férias após sofrer necrose em três partes do nariz em virtude de complicações após um preenchimento com ácido hialurônico. Viajei um pouco mais de um mês após esse momento. Durante essa jornada ficou bem claro que a não aceitação do meu corpo, ou de partes dele, me levou até ali, junto com a imperícia e irresponsabilidade da profissional que fez o procedimento. Apesar das nossas histórias serem completamente diferentes, foi nessa rejeição do reflexo no espelho que me vi em Lili Ilse Elbe.

Nascida como Einar Elbe na Dinamarca de 1882, ela é conhecida por ser provavelmente a primeira pessoa no mundo a submeter-se a uma cirurgia genital. Nascida no sexo masculino, a garota dinamarquesa inspirou o livro de ficção de David Ebershoff, adaptado para o filme homônimo dirigido por Tom Hooper (The Danish Girl, 2015).

Leia também:
Viajar sozinho parece assustador, mas é surpreendente e divertidíssimo
Oito cidades, sete países e os 'quase amores' de uma Eurotrip
Alemães não escondem e aprendem com o passado

Foi por meio dessa obra o meu primeiro contato com Lili e também com Copenhagen. A história do atormentado pintor Einar (Eddie Redmayne) e sua esposa e melhor amiga Gerda Wagner (Alicia Vikander) me tocou profundamente.


 As artistas dinamarquesas são um forte exemplo de transexualidade, empatia, amor, amizade e aceitação. Elas me ajudaram a entender que, muito mais do que uma bela selfie ou reflexo no espelho, vale o que vem de dentro para fora. Era externar o que tinha dentro de si e não o que queriam ver nela que Lili buscava quando faleceu em consequência das complicações pós-operatórias meses após sua quinta cirurgia de readequação sexual, em Dresden, na Alemanha.

Alicia Vikander levou para casa um Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por sua performance, mas se houvesse a categoria para melhor locação, Copenhagen ganharia. Para me sentir ainda mais próxima dessa história, reservei um dos meus dias na Dinamarca para o meu tour "The Danish Girl".
 
As ruas antigas e os belos edifícios desempenham um papel importante no filme, que escolheu algumas das áreas mais charmosas da capital da Dinamarca para contar a história desse casal. Felizmente, todos os locais podem ser visitados em um único dia. A partir de agora cuidado com os spoilers. Veja alguns dos mais charmosos pontos da Copenhagen da Garota Dinamarquesa.

Leia também:
Comece a sua 'Eurotrip' pela Espanha e se sinta em casa
Comer bem em Lisboa: onde encontrar as delícias lusas
A 96 km do Recife, a Praia dos Carneiros é um presente da natureza


Real Academia de Bellas Artes de Dinamarca (Det Kongelige Danske Kunstakademi)

Real Academia de Bellas Artes da Dinamarca (Det Kongelige Danske Kunstakademi)

Einar e Gerda se conheceram como estudantes na Real Academia Dinamarquesa das Artes, que fica localizada no Palácio de Charlottenborg, na esquina da Kongens Nytorv e Nyhavn. O local tem uma das maiores salas de exposições da Escandinávia. No filme, é onde Einar faz sua primeira aparição como Lili, no baile do artista.

Porto Novo (Nyhavn)

Porto Novo (Nyhavn)

A popular área de Copenhagen conhecida como Nyvah, que em tradução livre significa Porto Novo, é um canal ao estilo neerlandês situado junto a Kongens Nytorv. Durante as filmagens, Tom Hooper e sua equipe tiveram acesso quase ilimitado a Nyhavn e transformaram toda a área do porto em um mercado de peixe. É onde Einar e Gerda vivem e também onde Lili faz suas primeiras aparições em público.

Novas pequenas casas (Nyborder nr. 8, em Suensonsgade)

Novas pequenas casas (Nyborder nr. 8, em Suensonsgade)

É um distrito histórico com uma fileira de casas do antigo quartel naval em Copenhagen, na Dinamarca. Foi planejado e construído pela primeira vez por Christian IV para abrigas o número crescente integrantes da Marinha Real Dinamarquesa e suas famílias há aproximadamente 400 anos.


Mostrada inicialmente como tímida e reservada, Lili é levada por sua curiosidade a visitar um amigo nas brilhantes casas amarelas conhecidas como Nyboder, em Suensonsgade. Foram gravadas três tomadas rápidas. Em uma delas Lili chega apressada. Na outra, sai rapidamente depois de encontrar um jovem. O rapaz é mostrado passando por lá em uma bicicleta.

Torre de Børsen

Torre de Børsen

A 17ª torre centenária construída pelo rei Christian IV entre 1619 e 1640 fica localizada em Slotsholmen, no centro de Copenhagen. É a mais antiga bolsa de valores da Dinamarca. O prédio é conhecido especialmente por sua torre do dragão, com a forma das caudas de quatro dragões entrelaçados, que chega a uma altura de 56 metros. A torre faz uma participação especial logo no início do filme.

Igreja de Mármore (Marmorkirken)

Igreja de Mármore (Marmorkirken)

A Igreja de Mármore, como é conhecida, ou Marmorkirken, é uma grande igreja no centro de Copenhagen, perto do recinto do palácio real de Amalienborg. Ela foi projetada pelo arquitecto Nicolai Eigtved em 1740 e destinada a comemorar os 300 anos da primeira coroação de um membro da Casa de Oldemburgo. A igreja possui o maior domo entre todas as igrejas da Escandinávia, com 31 metros. Acredita-se que o domo foi inspirado pela Basílica de São Pedro, em Roma, na Itália. No filme, ela aparece ao fundo quando Lili deixa o seu apartamento em Paris.  

A Garota Dinamarquesa (Ther Danish Girl, 2015)
Na Copenhagen de 1926, os artistas Einar e Gerda Wegener se casam. Gerda então decide vestir Einar de mulher para pintá-lo. Einar começa a mudar sua aparência, transformando-se em uma mulher, e passa a se chamar de Lili Elbe. Com o apoio, ainda que conturbado, da esposa, um Einar deprimido passa por uma das primeiras cirurgias de mudança de sexo da história para tentar se transformar por completo em Lili e recuperar o gosto pela vida.
Diretor: Tom Hooper
Autor: David Ebershoff

Códigos e descontos para hospedagens:
R$ 130 em desconto no Airbnb
Crédito de R$ 40 no Booking

Contato:
E-mail: ahvamosviajar@gmail.com
Instagram: @ahvamosviajar
Facebook: /AhVamosViajar
Youtube: c/Ahvamosviajar


* Priscilla Aguiar é jornalista, editora adjunta do Portal FolhaPE e criadora dos perfis 'Ah, vamos viajar' no Instagram, Facebook e Youtube com dicas, fotos e vídeos de suas passagens por pelo menos 17 países. 

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.

A Garota Dinamarquesa é uma ficção baseada na história de Lili Ilse Elbe
A Garota Dinamarquesa é uma ficção baseada na história de Lili Ilse ElbeFoto: Divulgação
Baseado no romance de mesmo nome de David Ebershoff e dirigido por Tom Hooper, A Garota Dinamarquesa conta a história de Lilli Elbe
Baseado no romance de mesmo nome de David Ebershoff e dirigido por Tom Hooper, A Garota Dinamarquesa conta a história de Lilli ElbeFoto: Divulgação
Nyborder nr. 8, em Suensonsgade
Nyborder nr. 8, em SuensonsgadeFoto: nyborder, garota dinamarquesa
Em 1904 Gerda Wegener, casou-se com o pintor de paisagens Einar Wegener (1882-1931), que hoje é conhecido como a mulher trans Lili Elbe
Em 1904 Gerda Wegener, casou-se com o pintor de paisagens Einar Wegener (1882-1931), que hoje é conhecido como a mulher trans Lili ElbeFoto: Academia de Artes
Cena do filme Garota Dinamarquesa gravada em Nyborder
Cena do filme Garota Dinamarquesa gravada em NyborderFoto: Divulgação
Gerda Wegener foi uma ilustradora de moda dinamarquesa e pintora do erotismo lésbico na década de 1930. Ela era casada com Lili Elbe, um dos primeiros destinatários de cirurgia de redesignação sexual documentados
Gerda Wegener foi uma ilustradora de moda dinamarquesa e pintora do erotismo lésbico na década de 1930. Ela era casada com Lili Elbe, um dos primeiros destinatários de cirurgia de redesignação sexual documentadosFoto: Academia de Artes
Gerda e Einar Wegener
Gerda e Einar WegenerFoto: Academia de Artes
Cena do filme Garota Dinamarquesa gravada em Nyhavn
Cena do filme Garota Dinamarquesa gravada em NyhavnFoto: Divulgação
Cena do filme Garota Dinamarquesa
Cena do filme Garota DinamarquesaFoto: Divulgação

veja também

comentários

comece o dia bem informado: