Carro foi desenvolvido no Japão e chega agora ao País para preencher a lacuna entre o compacto Etios e o sedã Corolla. E o projeto  do Yaris recebeu ajustes para ficar mais confortável e garantir a boa aceitação pelo consumidor brasileiro
Carro foi desenvolvido no Japão e chega agora ao País para preencher a lacuna entre o compacto Etios e o sedã Corolla. E o projeto do Yaris recebeu ajustes para ficar mais confortável e garantir a boa aceitação pelo consumidor brasileiroFoto: Divulgação/Toyota

Um novo modelo está prestes a ganhar as ruas brasileiras. É o Toyota Yaris, carro desenvolvido no Japão que vem preencher a lacuna que havia entre o compacto Etios e o sedã Corolla e, por isso, será vendido em duas configurações: hatch e sedã. O modelo, porém, terá grandes concorrentes pela frente. Então, aposta em uma boa lista de itens de série e em preços competitivos, a partir de R$ 59,5 mil.

Com design elegante que também remete à aventura, devido às linhas laterais e à grande grade preta dianteira, o Yaris deve chamar a atenção dos brasileiros. A Toyota fez até alguns ajustes no projeto japonês para garantir a boa aceitação no mercado verde e amarelo. A suspensão, por exemplo, ganhou um batente hidráulico para evitar batidas secas e mais 13 milímetros de altura para conseguir passar com conforto e estabilidade nas valetas e lombadas brasileiras.

Leia também:
Toyota apresenta carro desenvolvido para cadeirantes
Toyota anuncia terceiro turno em duas fábricas no Brasil


Outra mudança fundamental diz respeito à conectividade. Afinal, para escapar das críticas relativas à tecnologia embarcada, a Toyota colocou seu time de engenharia brasileiro para desenvolver uma nova central multimídia. O resultado é a Toyota Play Plus, que estará disponível a partir da segunda versão do Yaris como um equipamento de série e oferecerá facilidades como espelhamento de celular e conexão bluetooth. A tela touchscreen de sete polegadas também pode vir com um sistema de navegação de mapas que funciona mesmo sem internet e ainda alerta o motorista sobre rotas perigosas.

Na motorização, no entanto, o novo modelo mistura muito dos já conhecidos Etios e Corolla. O Yaris tem, por exemplo, os mesmos motores 1.3 e 1.5 Dual VVT-i do compacto japonês. A transmissão manual, de seis velocidades, também se deriva do Etios. E a automatizada, Multidrive CVT, que simula sete velocidades, veio do Corolla. A Toyota garante, contudo, que esses equipamentos foram atualizados para o carro novo.

A montadora diz que desenhou novo sistema de exaustão e um processo de recalibração para o Yaris. Por isso, os motores ganharam mais potência que a registrada no Etios - cerca de três cavalos de potência e até 0,5 kgfm de torque. O 1.3, por exemplo, agora alcança até 101 cavalos e 12,9 kgfm. Já o 1.5 vai até 110 cavalos e 14,9 kgfm. Produzidos no interior de São Paulo, os propulsores ainda utilizam materiais de baixo atrito que proporcionam mais economia de combustível. E essa eficiência é ainda maior quando o motorista opta pelo câmbio CVT. É que esta transmissão também foi recalibrada para o Yaris.

Além disso, a Toyota preparou versões para todos os gostos e bolsos. São cinco opções de hatch e mais cinco de sedã: XL manual, XL CVT, XL Plus Tech, XS e XLS. O motor 1.3, porém, só está disponível nas versões XL do hatch. Todas as outras configurações vêm com o propulsor 1.5. Os preços partem de R$ 59,5 mil e vão até R$ 77,5 mil nas opções de hatch. Já o Yaris sedã vai de R$ 63,9 mil a R$ 79,9 mil.

Os carros já podem ser encomendados no site da Toyota - os hatches começam a ser entregues neste mês e os sedãs em julho. E a expectativa dos japoneses é alta em relação à novidade: o plano é vender 5,8 mil unidades por mês, sendo 55% hatches e 45% sedãs.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: