Balanço na Rede

José Neves Cabral

ver colunas anteriores
[910] Sport x Santos
[910] Sport x SantosFoto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

A queda do Sport machuca sua torcida e, mais ainda, humilha a nossa "pernambucanidade". Era o único representante do Estado na elite do futebol nacional havia cinco anos.. Em 2019, o Ceará terá dois representantes, o Bahia, um, e o Estado das Alagoas, que passou 32 anos sem ver um clube seu na Série A, verá o CSA. Aqui, nós vamos continuar vendo Náutico e Santa na Série C e, agora, o Leão na B.

O rebaixamento concretizado neste domingo, na Ilha, apesar da vitória de 2x1 sobre o Santos, veio como uma crônica anunciada. Nos últimos dois anos, o time havia escapado na última rodada. A defesa estava sempre entre as piores da competição, mas o ataque conseguia salvar o time. Este ano, o fracasso veio dois dois setores, uma defesa inoperante e um ataque idem.

Leia também:
Diretor do Sport relativiza problema dos salários atrasados
Sport cumpre missão, mas é rebaixado para a Série B


O fiasco do Sport traz enorme baque financeiro ao clube, que não terá no próximo ano a gorda verba das cotas de televisionamento. Prejuízo que beira os R$ 40 milhões. Caberá ao presidente que vai assumir em janeiro (haverá eleições este mês) se desdobrar para montar um time competitivo em 2019, pois quanto mais tempo o clube ficar longe da Série A mais o buraco crescerá, inclusive de valorização de marca.

O que mais chateia o torcedor é que os erros cometidos poderiam ter sido corrigidos a tempo, principalmente na formação do time. Contratações equivocadas minaram a equipe e deixaram os treinadores que passaram pelo clube este ano com poucas opções para torná-lo competitivo. O Sport viveu de lampejos, fez algumas partidas razoáves e muitas horríveis.

O rebaixamento é lamentável, triste, mas é um castigo que o Sport fez por onde merecer.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: