Meia será avaliado para saber condição após choque
Meia será avaliado para saber condição após choqueFoto: Léo Lemos/Divulgação/Náutico

Um lance perigoso acabou preocupando os alvirrubros que acompanhavam a partida entre América/MG x Náutico, no Independência, pela Série B 2017. O meia Bruno Mota se chocou com Rafael, do Coelho, e quase deixou o gramado em uma ambulância. O atleta continuou no jogo, mas após o apito final ele foi levado pelos médicos do clube para um hospital de Belo Horizonte.

“Eles me disseram que eu desmaiei. Mas fiquei bem e pedi para continuar no jogo. É difícil jogar aqui. A equipe deles é bem montada. Lutamos, mas não foi o suficiente para vencer o jogo”, alertou Bruno.

LEIA TAMBÉM:

Náutico joga mal e perde para líder da Série B 
Roberto vê evolução, mas diz que faltou agressividade no ataque

O técnico Roberto Fernandes também comentou o caso. No momento do lance, o médico do clube, Renato Paes Barreto, teria solicitado a saída de Bruno. O comandante, no entanto, indicou que não faria a substituição.

“Bruno teve um choque normal com o jogador do América. Depois do atendimento, eles voltaram. Ele tinha pedido para ficar. Estava crescendo no jogo e decidimos mantê-lo. Na visão do medico, ele disse que era melhor tirar. Mas eu disse que já tínhamos feito uma substituição e, por se tratar de uma decisão, entendi que ele deveria ficar. Se houver uma determinação (para saída de atletas em caso de choque na cabeça), vamos conversar”, explicou.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: