Rafael Oliveira fica até 2019
Rafael Oliveira fica até 2019Foto: Léo Lemos/Divulgação/Náutico

O Náutico não conseguiu o principal objetivo da temporada, o acesso à Série B. Por conta disso, o Timbu se viu obrigado a encerrar as atividades relacionadas ao futebol mais cedo, no fim de agosto. O lado positivo da eliminação precoce é que a diretoria alvirrubra pôde agilizar as renovações de contrato e garantir a permanência de boa parte dos destaques para 2019. Nesse bolo de atletas que seguirão vestindo vermelho e branco, há seis nomes que buscam, no ano que vem, buscar a afirmação: Gabriel Araújo (lateral-esquerdo), Jobson, Willian Gaúcho e Jiménez (volantes), Rafael Assis e Rafael Oliveira (atacantes).

Leia também:
Com acordo em curso, Camutanga é prioridade no Náutico
Departamento de futebol do Náutico vai recarregar as turbinas

Gabriel Araújo terá uma missão das mais difíceis. Além de não ter caído nas graças da torcida neste ano, disputa posição com Assis, que fechou 2018 em alta. Willian Gaúcho teve boas chances no início do ano, mas acabou perdendo espaço. Situação diferente de Jobson, que viveu altos e baixos na temporada, mas fez um número considerável de jogos (22 partidas). Enquanto isso, Jiménez só foi chegar na reta final e alternou bons e maus momentos. No ataque, Rafael Assis, mesmo sem ser imprescindível, quase sempre era utilizado. Rafael Oliveira tem história diferente. Recuperado de lesão no joelho, espera, enfim, ter sequência no time.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: