Kuki homenageado na Alepe
Kuki homenageado na AlepeFoto: Paullo Allmeida/FolhaPE

O ano de 2018 reservou duas importantes homenagens ao ex-atacante Kuki. A primeira delas aconteceu na noite desta quarta (7), na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). O ídolo da torcida do Náutico e hoje membro da comissão técnica do clube foi agraciado com a honraria do título de cidadão pernambucano, proposta pelo deputado Rogério Leão (PR).

O próximo tributo será no mês que vem em um jogo festivo que marcará também a reabertura oficial do estádio dos Aflitos. O evento contará com nomes que atuaram com o baixinho pelo time de Rosa e Silva, como Nilson (ex-goleiro), Rafael (ex-lateral-direito), Adilson (ex-volante) e Thiago Gentil (ex-atacante).

Natural de Cratéus, no Ceará, Kuki passou a infância na pequena cidade de Roca Sales/RS. Em 2001, após passagens por clubes da região Sul, o atacante acertou sua transferência ao Náutico. No Timbu, atuou até 2009. Nesse período, chegou a deixar o clube por duas vezes, vestindo a camisa do Chonbuk, da Coreia do Sul, e do Santa Cruz.

O ex-camisa 11 encerrou a carreira no Náutico, somando 184 gols em 387 partidas – é o atleta que mais vestiu o uniforme do clube e o terceiro maior artilheiro da história alvirrubra. Kuki foi campeão pernambucano em 2001, 2002 e 2004 e por três vezes foi o goleador da competição.

Kuki é um atleta que tem todas as credenciais de receber essa homenagem por tudo que ele fez pelo Náutico e pelo estado. A garra, determinação e a forma como ele honrou a camisa do Náutico espelha uma nova geração de atletas” afirmou o idealizador da homenagem, Alberto Leão. No auditório da Alepe, também estava presente o ex-presidente do clube e atual secretário da Casa Civil do Governo, André Campos.

Visivelmente emocionado durante todo o evento, Kuki ressaltou sua paixão pelo povo pernambucano desde sua chegada ao estado, em 2001. “Sou muito bairrista. Gosto de dois lugares: Recife e a minha Roca Sales, de dez mil habitantes. Cheguei como desconhecido aqui, com 29 anos. Quase no ‘fim de feira’, de carreira. Mas desde os primeiros fui bem acolhido por todos. O povo daqui tem esse dom de tratar bem as pessoas de fora do estado, principalmente quando demonstramos nosso trabalho com dedicação. Agradeço ao Náutico e a todos pelo carinho”, afirmou o ex-jogador.  “Agora eu sou um cidadão pernambucano de fato e de direito”, pontuou.

Leia também:
Kuki e outros alvirrubros serão homenageados nos Aflitos
Kuki receberá título de cidadão pernambucano

veja também

comentários

comece o dia bem informado: