Robinho, atacante do Náutico
Robinho, atacante do NáuticoFoto: Léo Lemos/Náutico

A saída do antigo treinador do Náutico, Márcio Goiano, não paralisou as negociações que já estavam em andamento envolvendo a vinda de mais reforços para o clube. A ideia é fechar em breve com um lateral-esquerdo, um meia e um atacante de lado. Alguns nomes que já tinham sido aprovados por Goiano já passaram pelo crivo de Dal Pozzo, caso do atacante Jefferson Nem. Há, porém, uma preocupação: a saída de peças importantes do elenco. Ou melhor, peça: Robinho.

Existe sim uma negociação envolvendo Robinho, mas não podemos revelar detalhes ou o clube envolvido”, limitou-se a dizer o gerente de futebol, Ítalo Rodrigues. Equipes com Chapecoense e Bragantino/Red Bull são alguns dos times que já sondaram o prata da casa.

Com relação aos reforços, o Náutico permaneceu com as tratativas iniciadas após o final do Campeonato Pernambucano, mesmo após a saída do antigo treinador. "Fomos um dos clubes mais observados neste ano depois da sequência de invencibilidade. Estamos conversando sobre as possibilidades e a visão que tínhamos sobre nossas necessidades não mudaram. Também queremos recuperar alguns atletas que estão no departamento médico", afirmou o vice-presidente de futebol, Diógenes Braga.

Sobre Jefferson Nem, o Timbu admitiu o interesse pelo antigo prata da casa, mas segue no aguardo de uma resolução entre o Estoril/POR, clube que detém os direitos federativos do atacante, e o Guarani, atual equipe de Nem. Os paulistas precisam renovar o vínculo de empréstimo com o atleta para, posteriormente, ele ser cedido ao Timbu até o final da Série C.

Leia também:
Com “faca nos dentes”, Dal Pozzo é apresentado no Náutico
Gilmar Dal Pozzo é o novo técnico do Náutico

veja também

comentários

comece o dia bem informado: