Técnico Leston Júnior
Técnico Leston JúniorFoto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

O Santa Cruz conseguiu um empate jogando um clássico contra o Náutico, fora de casa, na noite deste sábado (9). Em outras ocasiões, seria um resultado a ser comemorado, visto que o Tricolor atuou em reduto adversário. Não foi esse o caso. A Cobra Coral esteve em vantagem por duas vezes e podia ter matado a partida, mas não segurou o Timbu. Para o técnico Leston Júnior, embora o time tenha desperdiçado a chance de vitória, o placar refletiu o que foi o Clássico das Emoções.

"É um clássico, um jogo de alternância. Ninguém vai ser melhor o jogo todo. Começamos melhor os dois tempos e o Náutico conseguiu, na metade dos dois tempos para frente, o controle do jogo. Então o empate foi justo. Se formos dividir em três terços, o Santa foi melhor em um, o Náutico em outro e o os dois foram iguais na outra parte", avaliou. A gente lamenta porque saímos na frente duas vezes, tivemos até a chance do 3x1, na defesa do Bruno, em chute do Allan (Dias), mas faz parte", apontou.

Segundo o treinador, apesar de ter deixado a vitória escapar, o grupo coral correspondeu bem. "Tínhamos dois jogadores voltando de lesão, Pipico e Bruno Ré, que eram duas trocas certa. Pelas circunstâncias do jogo tivemos que fazer outras mudanças, mas eles mantiveram o nível até o fim. O jogo foi contra um grande adversário só lamento a gente ter tomado o segundo gol num lance acidental, acabamos tendo o azar, mas pertence ao jogo e eu tenho que enaltecer a sustentação dessa equipe", elogiou.

Leia também:
Náutico e Santa empatam no primeiro clássico no novo Aflitos
Leston Júnior exalta organização do Santa e mostra prudência
Santa Cruz tem início de temporada animador

Para Leston Júnior, o Clássico das Emoções já é passado. Daqui para a frente o Santa Cruz só tem um adversário em mente: o Sinop/MT, oponente da próxima quinta-feira (14), pela Copa do Brasil. "Temos que fortalecer o grupo e já pensar no jogo da Copa do Brasil. Estamos encorpando, temos boa perspectiva pela frente. Eu sempre digo aos meus jogadores que, no dia que a gente não ganhar, também não vamos perder. E a gente vai conduzindo esse entendimento durante a temporada", concluiu.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: