Pipico, enfim, mostrou do que é capaz no clássico nos Aflitos
Pipico, enfim, mostrou do que é capaz no clássico nos AflitosFoto: Kleyvson Santos/Folha de Pernambuco

A principal esperança do Santa Cruz para 2019 não era nem um novato ou jogador renomado. O maior trunfo do time para o início da temporada era a permanência do centroavante Pipico, artilheiro do Tricolor na Série C do ano passado e praticamente uma certeza de gols. Antes dos primeiros jogos do ano, contudo, o atacante sofreu uma lesão na coxa esquerda, demorou a jogar e estava em branco. Até a noite deste sábado (9), quando marcou os dois gols corais no empate por 2x2 contra o Náutico, nos Aflitos.

"Fico feliz demais por ter feito dois gols, ainda mais em um clássico. Tenho que agradecer a todos que estiveram comigo quando eu estava machucado. Infelizmente aconteceu aquilo em Petrolina, quando eu não fiz nada e fui expulso, mas faz parte. Agora é pegar sequência e ajudar os meus companheiros e o Santa Cruz", comemorou. "Eu imaginava que não iria suportar os 90 minutos. No fim deu desgaste, mas suportei e pude ajudar a conseguir o resultado, que foi muito importante", ressaltou.

Leia também:
Náutico e Santa empatam no primeiro clássico no novo Aflitos
Leston lamenta empate, mas considera resultado justo
Leston Júnior exalta organização do Santa e mostra prudência
Santa Cruz tem início de temporada animador

Agora, o centroavante só pensa no duelo da próxima quinta-feira (14), contra o Sinop/MT, pela Copa do Brasil. "Sabemos que vai ser um jogo difícil, mas a gente vai dar o nosso melhor, porque passar de fase vai nos dar condições melhores daqui para a frente. Você tem que respeitar todas as equipes. Corinthians e Vasco tiveram muitas dificuldades para se classificar e conosco não vai ser diferente. Temos que entrar ligados para fazer um bom jogo e também voltar com a classificação", alertou o centroavante.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: