Meia Marlone no Sport.
Meia Marlone no Sport.Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Cabe ao técnico Nelsinho Baptista armar o melhor Sport com as atuais, e escassas, peças que tem nas mãos. Em uma função tática específica, o treinador teve a sua principal perda, em relação à equipe que terminou o ano de 2017. A saída do meia Diego Souza. Naturalmente, como principal reforço contratado até o momento pelo Leão, esperava-se que Marlone assumisse a posição em campo. Nelsinho, no entanto, já tratou de informar que o jogador não ficará centralizado, e atuará mais aberto pela esquerda.

No quesito adaptação a função táctica, Marlone começa com o pé direito. Isso porque foi neste espaço de campo que o jogador atuou em sua primeira passagem no Leão, em 2015. E deixou saudades na torcida rubro-negra. "Vou utilizá-lo ali porque é ali que ele gosta de jogar. O Marlone gosta de jogar pelo lado esquerdo, como pode ser também um jogador pelo meio”, disse o treinador, que afirmou ter consultado o próprio atleta. “Nós conversamos bastante sobre as possibilidades dos setores que ele pode jogar, e a preferência dele até para aproveitar características de qualidade é quando ele traz bola para dentro e finaliza", afirmou.

O Sport de Nelsinho Baptista, pelo menos para a partida contra o Atlético Tucuman/ARG, neste domingo, pela Taça Ariano Suassuna, atuará no esquema 4-4-2. Para este primeiro teste, o comandante rubro-negro preferiu a cautela. "Logicamente, o ritmo dos atletas não estará dentro do que queremos neste momento", falou. O Leão que entrará em campo deverá ser formado com: Magrão; Fabrício, Ronaldo Alves, Durval e Sander; Anselmo, Pedro Castro, Marlone e Índio; Rogério e André

veja também

comentários

comece o dia bem informado: