Milton Mendes comanda treino aberto à torcida, na Ilha
Milton Mendes comanda treino aberto à torcida, na IlhaFoto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Reta final de Campeonato Brasileiro e cada jogo é uma decisão. Restando seis rodadas e menos de um mês para o término da competição, com a última etapa marcada para o dia 2 de dezembro, cada dia de trabalho é mais intenso e o foco das equipes na disputa atinge o nível máximo. Vindo de três vitórias seguidas, a missão Sport é conseguir manter o mesmo ritmo dessa reação na disputa para assim conseguir assegurar a permanência na elite do futebol nacional.

E se fora das quatro linhas muitos torcedores atribuem essa mudança de postura do time ao treinador Milton Mendes, internamente a situação não é muito diferente. Aliás, é uma unanimidade a parcela majoritária do técnico nessa reação leonina na competição. Nos seis jogos que comandou o Leão até agora, foram, quatro vitórias e duas derrotas, mantendo 100% de aproveitamento dentro de casa, com vitórias sobre Internacional, Vasco e Ceará.

Leia também:
Sport não terá Sander e Marlone contra o Fluminense
Fora da temporada, Magrão sofre na torcida pelo Sport
Defesa do Sport mostra evolução com Milton Mendes
Milton Mendes mostra lado motivacional no Sport

Na gíria do futebol, se utiliza a expressão de que os jogadores estão "fechados" com o treinador. Neste caso, Milton Mendes conseguiu afastar a fama de temperamental com os seus comandados e até mesmo de brigão, tendo levado alguns desafetos dos seus ex-clubes, como por exemplo o zagueiro Rodrigo e o meia Nenê, quando dirigiu o Vasco. No Sport, após a vitória contra o Ceará, praticamente todos os jogadores que concederam entrevistas fizeram questão de exaltar o trabalho do atual comandante rubro-negro, como Ernando, Gabriel, Michel Bastos e Hernane Brocador.

Ontem, foi a vez de Cláudio Winck também levantar a bola do trabalho que o treinador vem fazendo no Leão. "Milton trouxe uma tranquilidade, tirou um pouco da pressão em cima da gente e melhorou o clima. Ele também me deu uma liberdade muito positiva para eu atacar, que é o meu forte", comentou Winck.

Desde a sua primeira entrevista coletiva, quando foi apresentado oficialmente como novo treinador do Sport, no lugar de Eduardo Baptista, Milton Mendes focou em tirar o peso do ambiente interno dos atletas. Nas suas palavras, ele deixou claro que "não veio passear" e que além de acreditar no elenco ele era "ambicioso e que sonhava alto", deixando claro também que as primeiras mudanças não seriam táticas, mas sim de postura dos atletas, alertando que necessário tornar o ambiente mais leve urgentemente. Além disso, um dos seus primeiros atos foi reintegrar o volante Fellipe Bastos e o meia Michel Bastos, que o próprio elenco já pedia. 

Para encarar o Fluminense, neste domingo, o Sport não contará com o lateral-esquerdo Sander. No treinamento de ontem, o jogador deu apenas voltas ao redor do campo e foi vetado oficialmente pelo Departamento Médico por conta de uma torção no tornozelo esquerdo. Com a ausência, Raul Prata segue como titular. Além de Sander, Marlone se queixou de dores no pé direito e também está fora do duelo contra o Tricolor.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: