Zagueiro Ernando, do Sport
Zagueiro Ernando, do SportFoto: Anderson Stevens/Arquivo Folha

A ressaca do rebaixamento é bem mais pesada que a de comemoração de um título. Enquanto a alegria de uma conquista serve como um santo remédio para o cansaço, do outro o sabor amargo do fracasso parece duplicar os efeitos de mal estar. Ainda sofrendo com a queda para o Campeonato Brasileiro da Série B, no ultimo domingo, o elenco do Sport vai vivendo um clima de despedidas nesta semana. Até a última terça-feira, o lateral-direito Cláudio Winck, os volantes Nonoca e Fellipe Bastos, além do atacante Rafael Marques publicaram textos agradecendo o apoio dos torcedores, lamentando o rebaixamento e se despedindo do Leão. Já durante a quarta-feira, foi a vez do zagueiro Ernando e do volante Marcão postarem agradecimentos em tom de despedida. Com exceção de Marcão, todos esses jogadores estavam emprestados ao clube pernambucano e encerram contrato neste final de ano. No caso de Marcão, ele rescindiu contrato com o Cuiabá antes de vir para o Sport, mas também tem seu vínculo se encerrando neste mês.

Leia também:
Situação desiste e oposição lança nova chapa no Sport
Possível punição ao Ceará pode beneficiar o Sport 

Desses nomes, o de Ernando e o de Marcão são os que mais agradaram aos rubro-negros para uma permanência na Praça da Bandeira, além de serem duas peças que podem se ajustar ao novo patamar salarial do clube. São casos diferentes de Fellipe Bastos e Rafael Marques, que possuem vencimentos acima do provável teto financeiro do Leão para 2019, além de não terem agradado na passagem pelo clube. Porém, todas essas negociações sobre permanências e até mesmo contratações estarão travadas até o dia 18 deste mês, data marcada para as eleições que irão definir o novo presidente que irá comandar o Sport no biênio 2019/2020.

Com 30 anos e atleta emprestado pelo Internacional, Ernando publicou em suas redes sociais um texto na última quarta-feira (05), em que agradece aos rubro-negros, admite as dificuldades que viveu no clube, mas acabou deixando o futuro em aberto quanto a uma possível permanência no clube. "Apesar das dificuldades vivenciadas por nós jogadores, nunca faltou empenho. Não conseguimos manter o Sport na Série A, mas o Leão mostrará a sua força e retornará ainda mais forte. Levarei esses nove meses de clube no coração e espero que seja apenas um 'até breve'. O Sport ganhou um torcedor", escreveu Ernando.

Ranking

Com o fim da temporada do futebol nacional, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou na última quarta-feira (05) a atualização do seu ranking. E com o rebaixamento, o Sport perdeu a liderança entre os clubes do Nordeste, caindo para 16º colocado, sendo ultrapassado pelo Bahia, que permaneceu na Série A e assumiu a 15ª posição. Pelo novo formato dessa lista, a CBF considera os resultados apenas dos últimos cinco anos. O Palmeiras lidera a lista, seguido por Cruzeiro, Grêmio, Santos e Corinthians, que compõem os cinco primeiros.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: