Foliões no Carnaval de São Paulo
Foliões no Carnaval de São PauloFoto: Rovena Rosa/Arquivo/Agência Brasil

O último fim de semana de carnaval de rua, em São Paulo, começou atraindo multidões para os blocos. O Largo da Batata, na zona oeste, e a Avenida 23 de Maio, zona sul, tiveram a maior concentração de público na tarde deste sábado (17). A prefeitura informou que divulgará apenas amanhã (18) o número oficial de foliões. Desde o pré-carnaval, a cidade registrou 9 milhões de participantes no carnaval de rua.

Cláudia Leitte animou a multidão que se aglomerou na Avenida 23 de Maio. No mesmo local, o Navio Pirata do Baiana System se apresentou pela primeira vez fora de Salvador, com a mistura de ritmos de afro latinos como frevo, samba-reggae, pagode, groove arrastado, ijexá, kuduro, bass music e cumbia.

Leia também:
Veja roteiro de shows da ressaca do Carnaval
O Carnaval de volta às raízes do engajamento


Segundo levantamento da prefeitura, 35,3% de foliões participaram, este ano, do carnaval paulistano pela primeira vez. Ana Cláudia Rocha, de 36 anos, recepcionista, é uma delas. “Ano passado, tive vontade, mas não fui. Costumo viajar para a praia sempre. Este ano pensei em dar uma volta para ver o movimento. Achei muito animado”, disse.

Alguns foliões, porém, reclamaram dos banheiros químicos – em número insuficiente para atender a todos. Muitas pessoas se arriscaram atrás de muros e barrancos em volta da avenida para urinar. Se flagrados por fiscais da prefeitura, os infratores podem ser multados em R$ 500. Na terça-feira de carnaval, foram emitidas 92 notificações desse tipo.

Domingo

A programação de carnaval de rua continua neste domingo (18) com o bloco Pipoca da Rainha, que apresenta a cantora Daniela Mercury, na Rua da Consolação às 15h. A expectativa de público é 100 mil pessoas, segundo os organizadores. Na Faria Lima, a cantora Gilmelândia anima o bloco Se Te Pego, Não Te Largo, às 14h. A Orquestra Voadora levará a fanfarra com mistura de ritmos como rock, funk, pop, jazz, frevo, samba e maracatu para a Praça da República, no centro. O coletivo de artistas deve atrair até 50 mil foliões.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: