Moradores protestam para que bairros voltem a pertencer a  Timbaúba, na Zona da Mata
Moradores protestam para que bairros voltem a pertencer a Timbaúba, na Zona da MataFoto: Julya Caminha/Folha de Pernambuco

Ex-moradores do município de Timbaúba, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, realizaram um protesto, nesta quarta-feira (24), em frente à Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco (Condepe/Fidem) contra a demarcação dos bairros de Ozanan e Sapucaia. As localidades, que antes pertenciam ao município, foram integrados ao vizinho Ferreiros, em abril do ano passado.

Em reunião que demorou cerca de uma hora e trinta minutos na Condepe/Fidem, ficou decidido que o instituto de pesquisa, que é responsável pelas demarcações cartográficas de todo o Estado, mandará representantes aos municípios, nesta sexta-feira (26), para a realização de uma nova medição. O imbróglio está atingindo a vida de mais de quatro mil pessoas que vivem na região. "Os bairros sempre pertenceram a Timbaúba. Este erro aconteceu porque fizeram uso de um mapa errado. Estamos na expectativa que isso seja resolvido ainda nesta semana. Vamos continuar batalhando pela população que está desamparada", afirmou o prefeito de Timbaúba Ulisses Felinto.

Segundo os moradores, após a demarcação, serviços públicos que antes eram oferecidos nos bairros por Timbaúba não estão sendo mais realizados, e que, deste então, Ozanan e Sapucaia estão desassistidos pela Prefeitura de Ferreiros. “A nossa história está toda nesse bairro, mas, depois dessa divisão, ficamos prejudicados. Serviços de saúde e de coleta seletiva, que já são ruins, não chegam até nós. Não queremos ser de Ferreiros”, contou a professora Eliane Maria da Silva, que mora no bairro de Sapucaia.

Morador de Sapucaia há 25 anos, Sérgio Batista contou que também não está satisfeito com a mudança. “Em Timbaúba, nós tínhamos posto de saúde, escolas e faculdade perto de casa, mas agora não temos nada disso. Ferreiros é um município pobre, que não consegue dar assistência nem aos antigos moradores e nós não queremos ser também prejudicados”, relatou.

Leia também:
Protesto fecha a Av. Norte na manhã desta segunda-feira
Sem carros, taxistas organizam novo protesto no Recife


Segundo o diretor da Condepe Maurício Lima, a mudança de demarcação foi solicitada pelos municípios de Ferreiros e de Timbaúba, que apresentou um mapa demográfico de 1974 confirmando que os bairros de Ozanan e Sapucaia pertencem de fato a Ferreiros. Lima informou que após avaliação e estudos do documento, a demarcação foi feita e aprovada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que trabalha em parceria com a Condepe e adotou a mudança no senso demográfico e populacional de 2018.

“Tudo o que fizemos foi a partir da solicitação dos próprios municípios. A revogação pode acontecer, mas, para isso, os prefeitos de Timbaúba e de Ferreiros precisam se unir e convocar um plebiscito, que deve passar pela Assembleia Legislativa de Pernambuco, já que o sentimento de pertencimento dos moradores está sendo reivindicado". No fim da manhã, a Condepe realizou reunião com os moradores para explicar a situação.

Apoiando a causa dos moradores de Sapucaia e Ozanan, o deputado estadual Antônio Moraes (PP) esteve presente na reunião na Condepe e espera que a justiça seja feita, e que a população possa voltar a ser atendida. "São quatro mil pessoas desassistidas. Desde janeiro o município de Ferreiros recebe um FPM (Fundo de Participação dos Municípios) maior, sem nenhum prejuízo financeiro. Por outro lado, as pessoas não têm direito a escola, coleta de lixo, iluminação, entre outras coisas. Espero que a justiça prevaleça e que as pessoas não sejam mais prejudicadas", disse Moraes.

Em contato com a reportagem, o prefeito de Ferreiros, Bruno Japhet, a Prefeitura do município não pode assistir aos moradores da localidade prejudicada, pois está a espera de ordem judicial. "Infelizmente, por enquanto, não podemos fazer nada. A justiça tem que agir rápido para que possamos atender a população que vem sendo prejudicada. Já foi demarcado que a área pertence ao nosso município, entretanto a Prefeitura de Timbaúba insiste em não abrir mão da área. O próprio IBGE considera que os bairros de Ozanan e Sapucaia pertencem a Ferreiros", declarou o prefeito.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: