Cabo ficará detido no 7º GAC, em Olinda
Cabo ficará detido no 7º GAC, em OlindaFoto: Reprodução/Google Street View

Um cabo do Exército Brasileiro suspeito de desviar armas de fogo e munições da unidade militar na qual trabalha foi preso em flagrante na madrugada desta sexta-feira (18) pela Polícia Civil de Pernambuco. Policiais da Delegacia de Homicídios receberam a denúncia e resgataram as armas nas cidades de Olinda e Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife.

Foram apreendidos três fuzis MQ 7.62m, 101 cartuchos intactos de munição calibre 7.6, três munições intactas de calibre .5, um revólver calibre 38 sem registro e diversos cartuchos de munição de calibre restrito. A polícia encontrou ainda 120 gramas de cocaína, 353 gramas de crack, uma balança de precisão e um rádio comunicador.

Leia também:
Suspeitos foram presos por vender armas adulteradas
Preso rouba arma em delegacia, fere policial e mata homem


O nome e a idade do militar não foram divulgados. Ele passou por audiência de custódia e ficará detido no 7º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC), em Olinda. Ele responderá perante a Justiça Militar.

A Polícia Civil informou que o caso será investigado pelo delegado da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) Norte, João Leonardo. Segundo a polícia, para não atrapalhar as investigações, não foram divulgados o destino das armas e munições desviadas pelo cabo.

O Portal FolhaPE entrou em contato com o Comando Militar do Nordeste (CMNE) para repercutir o caso e aguarda retorno.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: