In Conversation

Graham Tidey

ver colunas anteriores
Pedro Mariano
Pedro MarianoFoto: Divulgação

Pedro Camargo Mariano é músico, cantor, produtor, compositor e dono de umas das vozes mais conhecidas da MPB. Em plena turnê de lançamento do CD e DVD “Pedro Mariano e Orquestra”, o filho de Elis Regina e de César Camargo Mariano, ou melhor, o pai de Rafaela Mariano desmistificou uma série de adjetivos associados à vida artística, como hábitos notívagos, vícios e excessos. E o mais interessante, me ensinou três coisas imprescindíveis para quem quer obter mais sucesso, que compartilho agora.

A primeira delas é: evite manias. Você não precisa comprar um barril e começar a fazer cerveja em casa porque gosta de cerveja, nem jogar bola três vezes na semana e deixar de fazer outras coisas tão ou mais importantes para você. Equilíbrio acima de tudo, isso é algo que sabemos, mas precisamos internalizar. Usando o exemplo que ele deu, vejam como é possível satisfazer sua vontade sem perder o bom senso. Apaixonado pela prática de atividade física, Pedro Mariano, optou por passar menos tempo na academia – treina, em média, 45 minutos – para chegar a tempo de tomar café com sua esposa, que é algo importante para ela e que passou a ser para ele também.

Esse respeito à família, aos momentos juntos, que lhe é peculiar também serve para outras relações interpessoais e me remete à segunda lição que aprendi com ele: aumente a sua conexão humana! O contato humano faz bem e aumenta o seu bem-estar. Embora o músico se considere um entusiasta da tecnologia, ele afirma não ter a menor paciência com a internet. Quando alguém precisa de um ombro amigo, não adianta mandar um whatsapp. É preciso estar presente. Se pararmos para observar, as pessoas não se relacionam mais com pessoas. Há sempre uma interface mediando. “Não olha mais no olho, não senta na mesa, não brinda um copo, não divide uma refeição”, analisou Pedro Mariano, que hoje usa o telefone e aplicativos de mensagens, muito mais para marcar coisas do que efetivamente para bater papo.

O interessante é que estas mudanças não aconteceram de uma hora para a outra e nem foram frutos de grandes intervenções. Ao contrário, e essa é a lição mais relevante que ficou dessa troca de experiências, uma única mudança foi responsável por toda essa transformação comportamental e de mindset que agora faz parte da rotina de Pedro Mariano. O nascimento da sua filha Rafaela Mariano. O músico passou a acumular o papel de pai e, exatamente por ter perdido sua mãe cedo e seu pai ter passado muito tempo viajando e trabalhando, ele decidiu que não queria que sua filha passasse por isso.

Assim, Pedro decidiu que estaria presente no jantar e passou a dormir mais cedo. A simples mudança de horário de dormir ensejou a mudança no horário que levanta pela manhã, com isso vieram novos hábitos alimentares, atividade física, e aos poucos ele foi se tornando referência para a filha que também já demonstra interesse por corridas. Duas coisas foram indispensáveis neste processo: a paciência e a disciplina, duas coisas que ele havia aprendido com a profissão e que colocou em prática. “Eu fui mudando, virou um efeito cascata, que me trouxe uma qualidade de vida que eu nunca imaginei que eu pudesse ter de eu pensar assim: ‘Hoje eu tenho 43 anos e eu me sinto muito melhor do que com 36’. ”

Se você está em busca de caminhos para ter uma vida melhor e mais bem sucedida, sugiro que leve essas lições na memória: evite manias, amplie o contato humano e uma única mudança pode ser suficiente.

Assista ao vídeo da entrevista:



Leia mais sobre In Conversation aqui: medium.com/@grahamtidey

Siga o In Converstion nas redes sociais:

Instagram: @grahamtidey
LinkedIn: /grahamtidey
YouTube: Graham Tidey

* Graham Tidey, que atua no consulado britânico do Recife há pelo menos três anos e está no Recife desde 2012. Com formação em música, até chegar ao consulado, Graham Tidey trilhou caminhos diversos. De estoquista de supermercado a empreendedor, até ser nomeado cônsul em 2015, uma trajetória encarada com proatividade e ensinamentos que lhe deram ferramentas para assumir a função de representante do Reino Unido no Nordeste. No Estado, Graham firma parcerias nas áreas de pesquisa, investimento em empresas, turismo e desenvolvimento de projetos.

A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: