Saúde e Bem-Estar

Rafael Coelho

ver colunas anteriores
Médico Rafael Coelho alerta para os riscos do sedentarismo
Médico Rafael Coelho alerta para os riscos do sedentarismoFoto: divulgação

Olá, leitores e internautas que acompanham a coluna Saúde e Bem-Estar

O sedentarismo vem crescendo no mundo. Não é uma questão meramente estética, mas de saúde pública. Você sabia que o Brasil é considerado o país da América Latina mais sedentário? A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a prática de atividades físicas. De acordo com dados da organização, há um crescimento do sedentarismo: 70% das pessoas, no mundo todo, são sedentárias. Isso significa que estão sujeitas a desenvolver doenças cardíacas, diabetes e obesidade. As estatísticas apontam ainda que a falta de atividade física é responsável por 54% do risco de morte por infarto, 50% por derrame cerebral e 37% por câncer. A alimentação e o sedentarismo são os dois principais fatores que influenciam para a população ficar acima do peso. O fastfood, alimentos embutidos e processados, excesso de açúcar merecem a nossa atenção, juntamente com a falta de uma conduta de exercícios físicos periódica.

Pequenas mudanças no nosso dia podem reverter esse quadro:

- Prefira as escadas. Deixe o elevador e a escada rolante para o dia que estiver carregando alguma coisa;

- Prepare seu almoço e lanches em casa e faça sua marmitinha para comer na rua;

- Grelhe os alimentos;

- Caminhe mais para ir aos diversos lugares;

- Troque o refrigerante por sucos e água de coco;

- Doces podem ser substituídos por frutas;

- Faça opção por alimentos naturais em relação aos embutidos e processados;

- Modere o uso do trio branco refinado: açúcar, sal e farinha

Movimente-se: caminhe, nade, corra ou dance. Faça o seu esporte preferido.

Busque sempre a sua melhor versão. Siga-me nas redes sociais e fique sempre atualizado com informações sobre saúde e bem-estar. Obrigado e até o próximo encontro

*Rafael Coelho (CRM: 23943/PE) é médico. Pautas para Jademilson Silva – Jornalista - DRT: 3468 E- mail: contato@jademilsonsilva.com

PÍLULAS

Campanha nacional de vacinação contra gripe começa no próximo dia 10 de abril


A Secretaria de Saúde de Caruaru inicia na próxima quarta-feira, 10 de abril, a Campanha de Vacinação contra a Influenza. Até o dia 31 de maio, todas as unidades básicas e centros de saúde estarão vacinando as pessoas do grupo prioritário. No período de 10 a 19 de abril, serão mobilizados os grupos prioritários de crianças e gestantes para a vacinação contra influenza, na ocasião, também ocorrerá a atualização da Caderneta de Vacinação com a oferta das demais vacinas do Calendário Nacional de Vacinação. A partir de 20 de abril, a vacinação contra influenza ocorrerá com a mobilização de todos os grupos prioritários em todo o país.

Abril verde movimenta hospital

Abril Verde


O Abril Verde é um movimento de iniciativa popular com participação espontânea, que tem como objetivo chamar a atenção da sociedade para a adoção de uma cultura permanente de prevenção de acidentes do trabalho e doenças ocupacionais. Para participar da ação, o Hospital Regional do Agreste (HRA), através do Núcleo de Educação Permanente (NEP), realizará, durante todos os finais de semana de abril, atividades de ginástica laboral, com a acadêmica em Educação Física Ingrid de Lima.

EM DIA COM VOCÊ

Hábitos que contribuem para o aumento na incidência de câncer

Diogo Sales

Diogo Sales - Foto: divulgação


Hoje é celebrado o Dia Mundial de Combate ao câncer. No Brasil o número de novos casos de câncer deve ultrapassar a marca dos 600 mil registros neste ano, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA). É preciso rever os hábitos de vida – ou a falta deles – para frear as estatísticas crescentes ano a ano. Por isso, o incentivo à prática constante de exercícios físicos, dieta equilibrada, consumo moderado de bebidas alcoólicas, não fumar e outras medidas simples devem ser entendidos como parte de uma política de saúde pública. O aumento da obesidade ocorre em todas as idades, os jovens foram os mais afetados. Isso ocorre pela ingestão exacerbada de alimentos ultra processados, pobres em nutrientes e também por conta do sedentarismo. Dos subtipos existentes do câncer, ao menos 14 têm seus riscos aumentados pelo sobrepeso e obesidade:mama, cólon, reto, útero, vesícula biliar, rim, fígado, ovário, próstata, mieloma múltiplo, esôfago, pâncreas, estômago e tireoide.

Diogo Sales é Oncologista da Multihemo Oncologia e Hematologia

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo da coluna

veja também

comentários

comece o dia bem informado: