Fiscalização do Cremepe foi até Catende na última quarta (9)
Fiscalização do Cremepe foi até Catende na última quarta (9)Foto: Reprodução/ Facebook/ Cremepe

O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) formalizou esta semana uma queixa para identificação e prisão de um falso médico que atuava na unidade mista Doutor João Mayrick, na cidade de Catende, na Zona da Mata Sul de Pernambuco.

O homem, que estava no plantão da cidade no último final de semana, acabou sendo descoberto depois que realizou a transferência de um paciente grave para o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, na área central do Recife. O doente acabou falecendo e o profissional impostor sumiu.

Leia também:
Falso médico é preso no Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru

A assessoria do Cremepe informou que a instituição recebeu esta denuncia e foi até Catende apurar os fatos. Descobriu-se que o falsário se apropriou não só do nome de um médico real, mas clonou seu registro profissional para atuar na unidade mista.

Na madrugada da última segunda-feira (7), um paciente com traumatismo craniano precisou ser removido para a Capital, devido à gravidade de caso, mas houve uma intercorrência no caminho e ele morreu. Quando os plantonistas do HR procuraram o falso médico para buscar esclarecimentos deste paciente perceberam que ele havia desaparecido.

A equipe de fiscalização do conselho, que contava com o vice-presidente, Maurício Matos, verificou que a unidade mista Dr. João Mayrick estava com atendimento sendo realizado de forma improvisada.

A reportagem da Folha de Pernambuco tentou contato com a prefeitura da cidade para apurar se foi aberto procedimento administrativo sobre o caso, mas até as 20h30 desta sexta-feira (11) não teve êxito. Também buscou esclarecimentos com a unidade de saúde, mas o telefone não funcionava.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: