Foram encontrados 210 resultados para "Janeiro 2018":

Silvio Costa acompanhou Armando na visita a Belo Jardim
Silvio Costa acompanhou Armando na visita a Belo JardimFoto: Divulgação

Em visita a Belo Jardim e Agrestina, nesta quarta-feira (31), acompanhando o senador Armando Monteiro (PTB), o deputado e pré-candidato ao Senado, Sílvio Costa (Avante), reafirmou apoio ao petebista para o governo do Estado e defendeu múltiplas candidaturas como a garantia de um segundo turno. Na ocasião, definiu como importante a pré-candidatura da vereadora do Recife, Marília Arraes (PT), ao governo.

"É legítimo que seja candidata. A militância do PT quer. Podemos ter uma frente de oposições com duas ou mais candidaturas. No segundo turno, nos aliamos contra o desgoverno de Paulo Câmara", expôs Sílvio Costa.

Leia também
FBC passa a admitir duas candidaturas da oposição
Marília Arraes ganha impulso para consolidar candidatura


Vice-líder da oposição na Câmara, ex-vice-líder de Dilma e aliado do ex-presidente Lula, Sílvio Costa lembrou que Armando Monteiro permaneceu fiel a Dilma até o fim, votou contra o impeachment e votará em Lula se o ex-presidente viabilizar a sua candidatura. "O senador Armando não é golpista. Ele defendeu a democracia contra o golpe, ao contrário de Paula Câmara e do PSB que poderiam ter evitado a derrubada de Dilma. O palanque de Armando será o palanque da democracia", diferenciou Sílvio.

O deputado também afirmou que o modelo de gestão do PSB, no Estado, está esgotado e que Pernambuco necessita de uma mudança de rumo que reorganize a sua gestão e possibilite a retomada de seu crescimento econômico. "Paulo Câmara não lidera e não sabe governar. A segurança é um caos e o Estado está endividado", disse Sílvio Costa.

Armando Monteiro Filho
Armando Monteiro FilhoFoto: Arquivo / Folha de Pernambuco

A missa pelo 30º dia do falecimento do ex-ministro Armando Monteiro Filho acontece nesta quinta-feira (01), às 12h15, na Igreja da Madre de Deus, no Recife Antigo, e deve reunir familiares, amigos, lideranças do mundo político e empresariais que queriam trazer mais uma homenagem à sua memória. O empresário faleceu aos 92 anos, no último dia 2 de janeiro.

Armando Monteiro Filho era genro do ex-governador Agamenon Magalhães. Casado com Do Carmo Monteiro, Armando Monteiro Filho dividiu, com um espírito democrático e conciliador, as atividades de empresário com a política. Foi deputado estadual, deputado federal e ministro da Agricultura no governo João Goulart.

O empresário e ex-ministro deixou oito netos, seis bisnetos e teve cinco filhos: Maria Lectícia, Sérgio (falecido aos 15 anos), Horácio, Cláudio, além de o senador Armando Monteiro Neto (PTB-PE) e o presidente do Grupo EQM, Eduardo de Queiroz Monteiro.

Pedro Josephi, da Frente de Luta pelo Transporte Público (FLTP)
Pedro Josephi, da Frente de Luta pelo Transporte Público (FLTP)Foto: Divulgação

O advogado coordenador da Frente de Luta pelo Transporte Público, Pedro Josephi, e mais 6 militantes que respondiam a processo pelas ações ocorridas durante os protestos de 2013, foram absolvidos pela Justiça, nesta quarta-feira (31). A decisão foi tomada pelo juiz da 11ª Vara Criminal da Capital, Paulo Victor Vasconcelos de Almeida.

Pedro Josephi foi denunciado pelos crimes de incêndio e dano ao patrimônio público. Para Carolina Amorim, advogada de defesa, “a inocência de Pedro Josephi era clara e evidente. Tanto o MPPE quanto a Justiça acataram nossa tese de defesa. Josephi é uma liderança política e não poderia ser acusado ou responsabilizado por algo que nunca fez. Sempre teve uma conduta republicana e pacifista.”

“Sempre militamos e fizemos política nas ruas. O processo criminal foi uma tentativa de criminalizar os movimentos sociais, e em meio a tantas injustiças no judiciário, a decisão de hoje nos dá um alento de que ainda existem juízes imparciais e corretos”, afirmou Josephi.

Com o trânsito em julgado da sentença, os autos serão arquivados e será dada baixa em todos os registros criminais dos militantes.

André Régis é vereador do Recife pelo PSDB
André Régis é vereador do Recife pelo PSDBFoto: Felipe Ribeiro/Folha de Pernambuco

Na próxima segunda-feira (5), o vereador do Recife, André Régis, vai realizar a “Operação Volta às Aulas” nas escolas e creches municipais da capital pernambucana. A ação acontece pelo quarto ano seguido e pretende checar como será o primeiro dia do ano letivo em cerca de 10% da rede.

A ideia é vistoriar como as escolas e creches ligadas à prefeitura se prepararam para receber os alunos neste início do ano letivo. O parlamentar pretende entender o que mudou em relação à operação do ano passado e quais são os principais problemas e dificuldades encontradas pelos alunos e professores.

Entre os pontos que serão fiscalizados durante as visitas das equipes, estão: a entrega de fardamento e material escolar; qualidade da merenda; acessibilidade ; e as estruturas físicas e pedagógicas.

Prefeito de Moreno, Vavá Rufino
Prefeito de Moreno, Vavá RufinoFoto: Divulgação

Nesta quinta-feira (01.02) às 19h, o prefeito do Moreno, Vavá Rufino (PTB) lançou o 'Avante Moreno', programa de obras do município. Serão investidos mais de R$ 14 milhões e obras de infraestrutura, segurança, desenvolvimento urbano, acessibilidade, recuperação de patrimônio histórico, saúde e assistência social. O recurso foi captado através de emendas de vários parlamentares federais e estaduais. O evento acontece na Praça da Bandeira, no centro.

“2017 foi o ano de começar arrumar a casa. Em todas as áreas foi preciso colocar Moreno em ordem. No primeiro ano, priorizamos o cuidado com a pessoas a partir da estruturação dos serviços básicos à população. O esforço da gestão resultou na captação de recursos que vai permitir a realização do maior programa de obras do município”, explica o prefeito Vavá Rufino.

Senador Humberto Costa ( PT )
Senador Humberto Costa ( PT )Foto: Divulgação

O resultado da pesquisa Datafolha, divulgada nesta quarta-feira (31), animou o líder da oposição no Senado, Humberto Costa (PT). Mesmo condenado na segunda instância da Justiça, Lula aparece na frente com vantagem no primeiro turno (de 34% e 37% em todos os cenários) e ganha de todos os adversários no segundo turno.

“Essa pesquisa é extremamente importante porque mostra que, para desespero da direita e de setores políticos e econômicos, Lula segue sendo o nome preferido dos brasileiros para a disputa eleitoral deste ano. Ele aparece, em todos os cenários, disparado na frente e com chances de ganhar já no primeiro turno. A verdade é que, quanto mais perseguem Lula, mais forte ele fica e isso nos anima muito para seguir lutando”, afirmou o senador.

Leia também
Sem Lula, Bolsonaro lidera e disputa por vaga no segundo turno se acirra
Para o governo, pesquisa mostra dificuldade em candidatura apoiada por Temer
Para o PT, Datafolha mostra que excluir Lula é cassar o direito de voto da maioria


Humberto também destacou o potencial de Lula para a transferência de votos na próxima eleição. Segundo a pesquisa, 27% dos eleitores afirmam que o apoio de Lula "com certeza" influenciaria na sua escolha, outros 17% admitem que "talvez" votassem no nome indicado por ele. “É impressionante a influencia de Lula no cenário eleitoral deste ano, mesmo depois de toda essa campanha massiva e perversa feita contra ele”, salientou.

Para o senador, um eventual cenário de disputa sem o presidente geraria uma instabilidade política ainda maior. “Temos hoje um presidente sem nenhuma credibilidade que assumiu o poder por meio de acordos escusos e de um golpe contra uma presidente legitimamente eleita. Uma eleição sem o maior político e cabo eleitoral desse país, colocará o Brasil num cenário político de maior insegurança ainda, à mercê de oportunistas. É impossível pensar uma disputa em que o ex-presidente não seja protagonista. Eleição sem Lula é fraude”, concluiu Humberto.

Sede do Ministério Público Federal (MPF) em Pernambuco
Sede do Ministério Público Federal (MPF) em PernambucoFoto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

O Ministério Público Federal (MPF) em Pernambuco ofereceu, nessa terça-feira (30), a segunda denúncia no âmbito da Operação Torrentes. Foram denunciados Laurinaldo Félix Nascimento, Waldemir José Vasconcelos Araújo, Roberto Gomes de Melo Filho, Ricardo José Carício Padilha, Rafaela Carrazone Padilha, Italo Henrique Silva Jaques e Taciana Santos Costa, pela prática dos crimes de dispensa indevida de licitação (art. 89 da Lei nº 8.666/93) e peculato (art. 312 do Código Penal).

Segundo a denúncia, durante os primeiros dias da crise provocada pelas chuvas que atingiram Pernambuco em 2011, os oficiais da Casa Militar denunciados (Laurinaldo Félix Nascimento, Waldemir José Vasconcelos Araújo e Roberto Gomes de Melo Filho) teriam deixado de observar as formalidades pertinentes a dispensa de licitação que tinha como objeto a contratação de empresa para locação de banheiros químicos e cabines com chuveiro, favorecendo, assim, a empresa FJW da Cunha Filho Alimentos, administrada por Ricardo Padilha, Rafaela Carrazzone e Italo Jaques, e representada no certame por Taciana Santos Costa.

Para conferir aparência legítima aos atos criminosos praticados, os denunciados utilizaram, de acordo com o MPF, documentos ideologicamente falsos e simulação de procedimentos. Além disso, durante a execução do contrato decorrente do certame, os oficiais teriam desviado R$ 82,5 mil de que tinham a posse em favor da empresa FJW da Cunha Filho Alimentos e de seus administradores, mediante pagamentos superfaturados. O valor, devidamente corrigido, equivale a um dano de quase R$ 160 mil aos cofres públicos.

Caso condenados, os denunciados estarão sujeitos a penas privativas de liberdade que, somadas, podem atingir de quatro a 17 anos de prisão para cada denunciado, além de pagamento de multa, do dever de ressarcir os danos e perda dos cargos públicos ou cassação das aposentadorias, no caso dos oficiais.

Em uma de suas visitas à transposição, Temer foi recebido por Paulo Câmara
Em uma de suas visitas à transposição, Temer foi recebido por Paulo CâmaraFoto: Beto Barata/PR

A vinda do presidente Michel Temer (MDB) ao estado, nesta sexta-feira (02), para entregar a estação EBI-2 do eixo Norte da Integração do São Francisco, está carregada de expectativas. Segundo o protocolo, a visita de um presidente da República demanda a presença de um chefe de Estado. E é aí que começa o problema.

De viagem aos Estados Unidos, o governador Paulo Câmara (PSB) retorna nesta quinta (02). Segundo a assessoria de Imprensa do governo, inclusive, Paulo estará no Recife na sexta, mas ainda não decidiu se irá recepcionar o presidente. O socialista deve participar cerimônia de formação dos policiais civis e científicos. 

Temer será recebido, de certo, pelo senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), que tenta assumir o controle do MDB em Pernambuco. Para isso, travou uma verdadeira guerra contra o grupo do vice-governador Raul Henry (MDB), que é presidente da legenda no estado e estava à frente do governo durante a viagem de Paulo Câmara. A briga pelo comando do MDB está na Justiça e, segundo FBC, deve ter um desfecho até o final de fevereiro.

Agora, resta saber se Raul será escalado para recepcionar Temer, na agenda que ocorrerá no município de Cabrobó, Sertão do estado. O local também foi visitado pela ex-presidente Dilma, pouco tempo antes da votação do processo de impeachment no Senado, em 2016. A entrega do eixo Norte estava prevista para acontecer em 2017, mas atrasou diante de entraves como o envolvimento da construtora Mendes Júnior, que participa da obra, na Operação Lava Jato.

Geneton Moraes Neto
Geneton Moraes NetoFoto: Reprodução

A Avenida Beira Rio, que corta os bairros da Madalena, Torre e Ilha do Retiro, no Recife, poderá se chamar "Avenida Geneton Moraes Neto", em homenagem ao jornalista e escritor, falecido em agosto de 2016. A pedido amigos, o pleito foi levado nesta quarta-feira (31) ao gabinete do prefeito Geraldo Julio (PSB), pelo secretário-executivo de Comunicação do Governo Paulo Câmara (PSB), Evaldo Costa.

A proposta, que leva o apoio de personalidades pernambucanas como a deputada estadual Terezinha Nunes (PSDB), Paulo Cunha, Sílvio Amorim e outros amigos de Geneton, deve ser apresentada na forma de projeto de Lei do Poder Executivo, logo na volta do recesso. O Legislativo municipal retoma os trabalhos nesta quinta-feira (31).

Geneton Moraes faleceu aos 60 anos, no Rio, em decorrência de um aneurisma na artéria aorta sofrido em maio de 2016. Ao longo de 44 anos de carreira, passou por jornais e emissoras de TV. Seu último cargo foi o de repórter especial do canal pago "Globonews". Além disso, escreveu livros de reportagem e se dedicou também ao cinema.

Famoso por suas entrevistas, ao longo da carreira entrevistou inúmeras personalidades, dentre elas seis presidentes da República, três astronautas que pisaram na Lua, dois vencedores do Prêmio Nobel da Paz, os dois militares que dispararam as bombas sobre Hiroshima e Nagasaki, a mais jovem passageira do Titanic e o assassino de Martin Luther King.

Fernando Bezerra Coelho, do MDB, será líder do Governo Temer
Fernando Bezerra Coelho, do MDB, será líder do Governo TemerFoto: Brenda Alcântara/Folha de Pernambuco

Após o segundo evento das oposições, realizado em Petrolina, no último sábado, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), que pretende disputar a eleição de governador, passou a admitir que o bloco pode apresentar duas candidaturas. Em entrevista à Rádio Folha 96,7 FM, nesta quarta-feira (31), colocou que o grupo ainda trabalha com a possibilidade de escolher um só nome. Mas, deixou claro que “se o conjunto da frente chegar à decisão de que deve apresentar duas candidaturas, digo logo que uma é minha”.

Hoje, o senador ainda acha que o melhor caminho para o grupo seria uma candidatura única, em função do crescimento da pré-candidatura de Marília Arraes (PT), que poderia levar o pleito para o segundo turno. “Acreditamos que a candidatura do PT ganhou força nos últimos 60 dias. Existe hoje um trabalho mostrando que a base do PT faz uma forte oposição ao governo Paulo Câmara. Existe a candidatura legítima de Marília Arraes. Me parece que o cenário aponta para a consolidação dela”, afirmou.

Leia também
Armando e FBC disputam quem é o mais 'animado' da oposição
'Pernambuco quer mudar' tem tom ácido e discurso sobre unidade
Marília Arraes ganha impulso para consolidar candidatura


Mas, se em outro momento Bezerra Coelho chegou a dizer que seria “o candidato” da oposição e que iria ganhar o pleito, agora já considera que o bloco pode oferecer dois nomes. “Se de fato esse conjunto da frente chegar à decisão que deve apresentar duas candidaturas, digo logo que uma é minha. Porque teremos condições de reunir apoio suficiente para construir uma alternativa dentro desse campo. Mas se a decisão for para formar um único conjunto, estamos dispostos a marchar com uma candidatura que pode não ser a minha”, destacou.

Duelo de frevo
No evento de Petrolina, FBC disse, em seu discurso, que estava preparado e era o “mais animado” do grupo para encarar o pleito. Mas o senador Armando Monteiro (PTB) também coloca o seu nome no páreo. Tanto que chegou a chamar Bezerra Coelho para um duelo de frevo, “para ver quem é o mais animado”. Questionado sobre o convite, FBC disse que “o senador Armando se arriscou muito, porque eu já dancei muito frevo. Se houver esse concurso, eu vou ganhar”, brincou.

comece o dia bem informado: