Fogo Cruzado

Inaldo Sampaio

ver colunas anteriores
Fernando Bezerra Coelho
Fernando Bezerra CoelhoFoto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

O senador Fernando Bezerra Coelho pode até não ser candidato a governador nas eleições de outubro próximo. Basta uma decisão judicial reconhecendo que o controle do MDB regional não é dele e sim do deputado Jarbas Vasconcelos.

No entanto, continua percorrendo municípios do interior como se candidato fosse. E se encontrando com líderes políticos do governo e da oposição, exatamente como fez Eduardo Campos em 2006 quando disputou o governo estadual pela primeira vez.

Leia também:
Supremo adia decisão sobre denúncia contra Fernando Bezerra na Lava Jato
Sorte de Lula poderá ser decidida no dia 24


A agenda do senador é praticamente igual à do governador Paulo Câmara, que em seus deslocamentos para o interior não se limita a reunir-se com o prefeito da cidade que visita. Convida outros daquela mesma região. Só no último final de semana, por exemplo, o senador visitou Bonito (ex-prefeita Lúcia Heráclio), Caruaru (prefeita Raquel Lyra), Cachoeirinha (prefeito Ivaldo Almeida), Lajedo (prefeito Rossine Blesmany) e Garanhuns (prefeito Izaías Régis).

E manteve encontros separados com os prefeitos Édson Vieira (Santa Cruz do Capibaribe) e Tiago Nunes (Agrestina), e o ex-prefeito Silvino Duarte (Garanhuns). Isso pode não significar nada, mas pode também significar muito. O senador é um político simpático, envolvente e na política do “corpo a corpo” não é superado por ninguém.

Emancipação política
São Lourenço da Mata completa nesta quarta-feira (10) 128 anos de emancipação política. O prefeito interino, Gabriel Neto (sem partido), preparou uma modesta programação para não deixar a data passar em branco. Os destaques são uma alvorada e uma missa campal. O inquérito instaurado pela delegada Patrícia Domingos para investigar o prefeito afastado Bruno Pereira (PTB) ainda não foi concluído.

Elegância
O ministro Mendonça Filho (Educação), que esteve anteontem em Paulista para anunciar recursos para o Instituto Federal de Educação, levou em sua companhia a deputada Priscila Krause (DEM). O prefeito Júnior Matuto (PSB), elegante, apresentou-a a seu grupo político.

Do Pajeú
Leitor da coluna corrige uma nota da coluna de ontem. O Alto Pajeú lançou também como candidatos a deputado estadual em 2014 Belo Leão, Américo Barros e Itamar França, todos pelo PSOL. E foi a votação do trio (2.793 votos) garantiu a eleição de Edilson Silva.

Palanque
Jair Bolsonaro (PSL) já tem quem o receba em Pernambuco como candidato a presidente da República: o deputado federal Luciano Bivar e o deputado estadual Joel da Harpa. Este último, policial militar licenciado, se identifica muito com o discurso do presidenciável, que é capitão do Exército reformado.

Visita
Mesmo não tendo ainda o aval do PT para lançar-se candidata ao governo estadual, a vereadora Marília Arraes continua viajando pelo interior para divulgar sua candidatura. No próximo dia 27 estará em Serra Talhada onde irá reunir-se com o prefeito Luciano Duque (PT).

Lucro
Dos 184 prefeitos pernambucanos, o que mais conseguiu verbas federais para o seu município em 2017 foi o de Petrolina, Miguel Coelho (PSB). Ajudaram-no a carrear recursos os senadores Fernando Bezerra (MDB), Humberto Costa (PT) e Armando Monteiro (PTB). E os deputados Gonzaga Patriota (PSB), Fernando Filho (MDB) e Adalberto Cavalcanti (Avante).

Inaldo Sampaio é jornalista e escreve de segunda a sexta neste espaço.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: