Folha Política

Renata Bezerra de Melo

ver colunas anteriores
Armando Monteiro e Mendonça Filho
Armando Monteiro e Mendonça FilhoFoto: Divulgação

A expectativa na oposição é de que o anúncio se dê até o final de maio. Mas, nas coxias, já são dados como certos na chapa majoritária os nomes do senador Armando Monteiro Neto e do deputado federal Mendonça Filho. O petebista deve estar na cabeça e o democrata ocupará uma das vagas para o Senado. Para a outra vaga, fala-se, entre oposicionistas, no nome do deputado estadual André Ferreira, do PSC. Ele teve conversas recentes com o Palácio das Princesas, mas o martelo não fora batido na sua participação na majoritária, o que teria reforçado a continuidade do diálogo com oposicionistas. O deputado federal Bruno Araújo não declinou exatamente da disputa pela Casa Alta, segundo aliados, mas também não definiu que será candidato. Entre seus aliados, calcula-se como hipótese mais viável que ele concorra à reeleição. Como forma de o PSDB estar presente na chapa majoritária, tem sido considerada a possibilidade de convocar o vereador André Régis para compor a vice. Caso não selem a chapa completa, como era expectativa inicial, devem colocar o bloco na rua mesmo com Mendonça e Armando. Algumas consultas seguem sendo realizadas.

Caso seja convocado para o Senado
O deputado federal Daniel Coelho tem compromisso nacional
com o presidente do PPS, Roberto Freire, de disputar uma vaga na Câmara Federal. Qualquer alteração nesse plano deve passar pelo crivo do dirigente.

Pilha > Nos bastidores, Daniel Coelho tem estimulado que Armando Monteiro Neto entabule conversas com André Ferreira para que ele ocupe uma das vagas do Senado na chapa oposicionista.

Orelha em pé > Um reunião, na tarde de ontem, entre o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, e a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, em Brasília, reforçou rumores de que a candidatura da vereadora Marília Arraes ao Governo do Estado estaria com os dias contados.

Êxodo > Ainda ontem, a desfiliação do pai de Marília, Marcos Arraes, do PSB gerou especulações de que, na esteira, outros nomes da família poderiam deixar a sigla.

Bem...> Entre lideranças de Minas Gerais, a possibilidade de o ex-prefeito Márcio Lacerda compor uma chapa com Ciro Gomes, como a coluna cantou a pedra no último sábado, segue ganhando eco. Lembram que Lacerda é amigo do pedetista de quem foi secretário-executivo no Ministério da Integração Nacional.

...próximos > Ontem, os presidentes nacionais do PSB, Carlos Siqueira, e do PDT, Carlos Lupi estiveram reunidos.

Na mira > Agora, são os prefeitos que começam a perder o foro privilegiado. O desembargador Fausto De Sanctis, do TRF3 de São Paulo, aplicou, ontem, a nova orientação do STF a prefeito que tinha cometido o crime em 2008, mas só tinha sido eleito em 2016. O ministro Luis Felipe Salomão, do STJ, também já havia estendido o entendimento para o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho

Dodge vê... > A Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, defendeu, ontem, a liberdade de expressão do Ministério Público. "Censura prévia e inibição do direito de crítica podem atingir a democracia", disse ela no início de julgamento do coordenador da Lava Jato, Carlos Fernando dos Santos, no Conselho Nacional do MP.

...censura > O procurador está sendo julgado por chamar Temer de “leviano, inconsequente e calunioso” em uma rede social. O julgamento foi adiado para dia 29.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: