Folha Política

Renata Bezerra de Melo

ver colunas anteriores
Lucas Ramos, Odacy Amorim e Júlio Lóssio
Lucas Ramos, Odacy Amorim e Júlio LóssioFoto: Divulgação

No seminário recente que o PSB promoveu em Gravatá, o assunto foi levado à mesa em conversas reservadas e elas envolvem o ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lossio, filiado ao PSD. Leia-se: nas coxias, socialistas contam com uma candidatura de Lossio no rol das que podem representar o governo na corrida pela Prefeitura de Petrolina. Ele já foi à mesa com o deputado Lucas Ramos, que também já colocou seu nome à disposição do partido. Lossio e Lucas tiveram uma conversa sobre o tema em Petrolina na sexta retrasada. Em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, Lucas chegou a afirmar ter sido "rifado" em 2016, mas assegurou que tem disposição para uma disputa majoritária em 2020.

As costuras em andamento têm a ver com o seguinte: Petrolina terá, agora, uma eleição de 2º turno. A tese de múltiplas candidaturas passou a ser trabalhada dentro do PSB com base nisso, e ela contempla o projeto de Odacy Amorim, do PT. Lucas tem defendido, junto ao PSB, que o partido tenha candidatura própria e respeite as candidaturas de partidos que compõem a frente, a exemplo do PT, de Odacy, e do PSD, de Lossio.

 

 

FAROESTE  caboclo

 

Tadeu Alencar usou a tribuna da Câmara dos Deputados para denunciar a possibilidade de que parlamentares e outras pessoas estejam portando arma de fogo dentro do parlamento. Fez o pronunciamento após episódio na CCJ em que deputado da base foi acusado de estar armado.
Exemplo > Tadeu solicitou providências a Rodrigo Maia e afirmou que a briga deve ser de ideias e não das pessoas. Argumentou que, além de ser ilegal, é um péssimo exemplo.
Cabo eleitoral > Comentário que circula nas coxias da Assembleia Legislativa: “O tratamento dispensado pelo governo aos deputados é o maior cabo eleitoral da PEC de Feitosa”.
Construção > A prefeita de Ipojuca, Célia Sales, que estava na Marcha dos Prefeitos, esteve com o senador Fernando Bezerra, que se colocou à disposição para viabilizar pleitos.
Ironia... > O vereador Jayme Asfora não está no bloco de oposição, mas saiu em defesa do líder dos oposicionistas, Renato Antunes, essa semana, que foi chamado de arrogante por deputados da base. Em entrevista recente à Rádio Folha FM 96,7, Jayme disse que defendia bloco único de oposição, mas Renato e seus liderados optaram por um alinhado ao governo Bolsonaro.
...do destino >“A gente tentou entrar na festa, tentou forçar ser convidado, tentou entrar de penetra, mas não teve jeito”, disse Jayme, que avalia que “o fator norteador da oposição deveria ser critico do governo (Geraldo Julio)”.
Vira ouro > Renato havia questionado o fato de o “deputado da caneta dourada”, como se refere a João Campos, resolver demandas em vários bairros do Recife, e convidou: “Seria bom que ele percorresse as escolas que não estão climatizadas, e ruas que estão abandonadas, como as do IPSEP”.
Sem taxa > Isentar de taxas judiciais usuários que acionam planos de saúde é o que propõe projeto de lei apresentado por Álvaro Porto. O texto quer fazer valer o princípio constitucional que assegura o livre acesso à Justiça nos casos caracterizados como emergência.
Com Waack > O LIDE Pernambuco promove seminário com o jornalista William Waack na próxima terça. Na pauta, os 100 dias do Governo Bolsonaro. Será no Mar Hotel às 9h.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: